04/05/2012 - Mulher acha bilhete premiado, ganha US$ 1 mi e juiz manda devolver

 

Uma mulher que encontrou um bilhete de loteria premiado e ganhou US$ 1 milhão pode ter que dar todo o dinheiro para outra mulher, que jogou o papel no lixo após comprá-lo. Um juiz do Estado de Arkansas, nos Estados Unidos, decidiu na última terça-feira que Sharon Duncan era a dona do prêmio, e não Sharon Jones, que encontrou o bilhete no lixo de uma loja de conveniência em Beebe, cidade a 64 km de Little Rock.
 
O advogado de Jones, James Simpson, disse que ela irá apelar. A mulher testemunhou que já gastou parte do dinheiro em um caminhão e deu alguma quantia para os filhos. Duncan afirmou que jogou fora o bilhete depois que passá-lo em um scanner automático que mostrou uma mensagem de "não ganhou".
 
O advogado de Jones argumentou que as pessoas não deveriam jogar as coisas fora e depois dizer "oh, eu quero tê-lo de volta". "Nós teríamos brechós de garagem por todos os lugares", disse Simpson. "Uma coisa se torna lixo quando alguém a joga fora", afirmou o advogado.
 
O juiz Thomas Hughes, no entanto, disse que Jones nunca teve a prova de que Duncan havia abdicado de seu direito de pedir o prêmio. "Este US$ 1 milhão nunca esteve disponível para ser encontrado", afirmou o magistrado.
 
Sharon Jones admitiu que ela havia recolhido um punhado de bilhetes da lata de lixo - como já havia feito várias vezes antes -, e afirmou que não havia qualquer alerta que proibisse alguém de pegar os papéis do lixo. Já a gerente da loja Super 1 Stop, Lisa Petriches, disse que havia posto uma placa dizendo "não pegue" na lixeira. Porém, um funcionário do estabelecimento disse que a gerente só pregou o aviso depois que Jones já havia pegado os bilhetes.
 
Terra

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário