04/06/2012 - Morre vítima de capotamento de ônibus em MT que estava internada

Faleceu na noite de sábado (02), em Goiânia, uma das vítimas do capotamento do ônibus da Viação Xavante, Neli Mourão Borges, 54 anos. Ela estava internada há 18 dias e não resistiu a uma hemorragia interna. Neli chegou a ter uma melhora clinica, porém na quinta-feira voltou a passar mal e teve uma paralisação dos rins e voltou para UTI, agravando outros órgãos, e teve uma parada caríaca por volta das 22 horas. 

Neli era funcionária da Viação Xavante e foi uma das 37 vítimas do capotamento no quilômetro 120 da BR-070, entre General Carneiro e Primavera do Leste, dia 15 de maio. Ainda sem explicação, o ônibus havia  acabado de sair de Barra do Garças e capotou numa curva que o motorista não conseguiu fazer. 

A lotação do ônibus era toda de funcionários da Xavante. Todos iam para Cuiabá, juntamente com trabalhadores da Barratur Transportes, protestar contra a licitação das linhas intermunicipais em Mato Grosso. 

O comboio de Barra do Garças, formado por três ônibus, acabou voltando com o acidente. Nove dos feridos permaneceram por mais tempo internados. E o caso mais grave foi da Neli, funcionária há seis anos na Xavante. Ela será velada na Casa de Velório e o enterro está programado para amanhã. 

As empresas Xavante e Barratur continuam concorrendo na licitação para permanecer com as linhas do Araguaia e enfrentam em dois mercados as empresas Novo Horizonte e Jota Mar, que adquiriram a Viação Maia, de Goiânia. 

O diretor operacional da Xavante, Élio Prestes, que chegou a se machucar no acidente, lamentou a morte da funcionária, que como outros estavam lutando pela manutenção da empresa, que funciona há 40 anos no Vale do Araguaia. 

 

Ronaldo couto - Barra do Garças

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário