04/06/2016 - Obra de PSF está abandonada há 3 anos

04/06/2016 - Obra de PSF está abandonada há 3 anos

A obra de construção do posto de saúde no bairro Doutor Fábio 2, em Cuiabá, está abandonadas há 3 anos. O Gazeta Digital recebeu a denúncia de Jonildo Barbosa, um empresário que visita a mãe diariamente no bairro e nunca viu um trabalhador na obra.

Ele conta que a responsável pela obra é a diretora do Programa Saúde da Família (PSF) do Doutor Fábio 1. “Fui indagá-la sobre esse abandono. Ela me disse que recebeu recursos públicos e repassou à empreiteira, que logo em seguida abandonou”, diz Jonildo.

A placa que deveria estar em frente à construção, onde indica prazo de entrega e valores, foi retirada. Porém, Jonildo lembra que a obra foi iniciada em 2013 e deveria ter sido finalizada em 2015.

O matagal está crescendo e a preocupação é que a estrutura seja prejudicada e se torne inutilizável. O Doutor Fábio 2 não conta com nenhum posto de assistência de saúde.

Outro lado

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a obra foi paralisada em razão do cancelamento do contrato, pois a empresa, até então responsável, desistiu. Neste momento de desistência, já havia sido executada 39% da construção.

Em nota, também é informado que a diretoria de Projetos e Obras da pasta está fazendo os ajustes no projeto para que a obra seja licitada novamente.

O investimento é de R$ 797.795,36. Esta obra é uma ampliação da unidade Programa Saúde da Família (PSF) I e II, no Doutor Fábio. Ainda não há data para entrega.

Leia a íntegra

"Em relação ao Posto de Saúde Dr. Fábio II a obra foi paralisada em razão do cancelamento do contrato. A empresa desistiu da obra. Quando isso aconteceu já havia sido executada 39% da obra.

A diretoria de Projetos e Obras da Secretaria de Saúde está fazendo ajustes no projeto para que a obra seja relicitada.

Em relação ao atendimento a população existe a unidade do Programa Saúde da Família (PSF) I e II.

Vale lembrar que essa obra, do Posto de Saúde Dr Fábio I e II, cujo investimento é de R$ 797.795,36, é uma ampliação da unidade para atender melhor a população. Ainda não temos uma data"

 

 

Patrícia Helena Dorileo, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário