04/07/2013 - Goiano morre tentando atravessar ilegalmente para os Estados Unidos

O goiano Eurico Barbosa Martins, de 37 anos, morreu tentando atravessar ilegalmente para os Estados Unidos por volta da 1 hora da madrugada de segunda-feira (1º/7).
 

Bote em que o goiano estava (Foto: Reprodução)

Bote em que o goiano estava (Foto: Reprodução)

Segundo um amigo da família da vítima, o empresário Valério da Silva Salazar, Eurico fazia parte de um grupo de aproximadamente 20 imigrantes que havia combinado a travessia com os chamados "coiotes" em um barco.

O acidente ocorreu próximo à Ilha de Saint Martin, território francês e holandês no Caribe.

Segundo ele, os imigrantes teriam sido roubados pelos coiotes, ameaçados de morte e também obrigados por eles a embarcarem em um bote. A embarcação virou em alto-mar. Cerca de dez pessoas seriam brasileiros e o restante, dominicanos.

Valério informou que Eurico era corretor de imóveis em Goiânia e queria trabalhar nos Estados Unidos. Ele era casado e tinha uma filha de cerca de um ano. Valério diz que, a pedido da família, acionou órgãos oficiais à procura de mais informações sobre o caso.

Familiares querem a ajuda financeira do Governo de Goiás, por meio da Assessoria de Assuntos Internacionais, para o traslado do corpo de Eurico e também pedem auxílio diplomático para os trâmites burocráticos que envolvem a liberação.

Pelo menos três pessoas morreram e haveria uma outra brasileira entre as vítimas fatais. Cinco pessoas estão desaparecidas e 12 foram resgatadas de acordo com informações da Guarda Costeira da Holanda. O Palácio do Itamaraty informou por meio de sua assessoria de imprensa que enviou um funcionário do consulado até Saint Martin para cuidar do caso.

 

Fonte: Mais Goiás