04/07/2016 - Quirinópolis (GO) - Família procura advogado que desapareceu

04/07/2016 - Quirinópolis (GO) - Família procura advogado que desapareceu

A família do advogado Fernando Sagim, de 50 anos, está a procura do parente que desapareceu na última quarta-feira (29) em Quirinópolis, na região sul de Goiás. Segundo a filha do advogado, os parentes receberam informações de conhecidos que ele foi visto pela última vez caminhando pela GO-206, na saída da cidade.

 

A filha do desaparecido, a advogada Débora Gonçalves Sagim, de 22 anos, relatou que o pai não estava apresentando nenhum comportamento diferente nos últimos dias e não sabe o que pode ter acontecido para que ele sumisse.

“Todas as quartas ele vai a uma lotérica perto do trabalho para jogar na Mega Sena. Ele deixa o dinheiro e o jogo mais cedo e depois pega quando sai do trabalho. O pessoal da lotérica disse que ele foi cedo e deixou o jogo e o dinheiro lá, mas não voltou mais. Não sabemos o que pode ter acontecido, acho que ele pode ter sofrido algum surto por estresse, seria a única justificativa”, contou ao G1.

Segundo Débora, no dia seguinte a família registrou uma ocorrência da Polícia Civil e começou a divulgar o desaparecimento e a procurar por pistas dele. “Divulgamos na rádio da cidade e colocamos nas redes sociais. Algumas pessoas conhecidas que passaram pela GO-206 afirmaram que viram ele andando por lá entre 15h e 17h. Algumas até ofereceram carona, mas ele mal respondeu. Essa é a última noticia que temos dele”, relatou.

Conforme a advogada, o Corpo de Bombeiros e a própria família andaram na rodovia e pela cidade procurando pelo homem, mas ele ainda não foi encontrado. Quando foi visto pela última vez ele vestia uma camisa social azul bem clara, calça jeans escura e sapatos sociais.

“A gente está preocupado porque não faz ideia do que pode ter acontecido. Ele pode estar desmaiado, pode estar perambulando sem rumo, não fazemos ideia de onde ele está”, afirmou.

 

 

 

 

Vanessa Martins Do G1 GO

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário