04/09/2012 - Antiga Câmara serve de abrigo para moradores de rua e consumo de droga

 

O local onde já se aprovou projetos e diversas leis que regem o destino do município de Cáceres (a 222 km de Cuiabá)  está, atualmente, jogado as traças. Considerado um dos patrimônios públicos de maior relevância para a população, o prédio da antiga Câmara Municipal, que já abrigou a sede da prefeitura e até do Fórum, localizado na Praça Anibal da Mota, no centro da cidade, está servindo apenas de abrigo para moradores de rua e ponto de consumo de droga.

 
As salas que já acomodaram diversas autoridades entre elas, o ex-vereador e atual secretário chefe da Casa Civil, José Lacerda, o ex-prefeito Valter Fidelis, os ex-vereadores José da Lapa, Wilson Viegas, Pedro Paulo Pinto de Arruda, Wilson Kishi, Roosevelt Torres, Makoto Hayashida e muitos outros, estão amontoadas de lixo, com o telhado caindo, as paredes com infiltrações e as instalações elétricas-sanitárias-hidráulicas, todas deterioradas.
 
Nos corredores do prédio o que se vê são amontoados de latas de bebidas alcóolicas vazias e resquícios de drogas, como cachimbos e latas usados por usuários para o consumo de entorpecente. Na antiga “sala das sessões” o cenário é desolador. As poltronas que acomodavam as pessoas que frequentavam o local estão todas, praticamente, danificadas e tomadas pelo lixo. Os banheiros estão com as portas e as janelas estouradas.
 
A prefeitura, pormeio da Assessoria de Comunicação, informou que a administração, elaborou há três anos, por meio do Instituto de Patrimônio Histórico Municipal (Iphan) um projeto de restauração do referido patrimônio e o encaminhou ao Ministério da Cultura. Diz que o projeto orçado em R$ 2 milhões fora aprovado. Porém, o recurso ainda não foi liberado em razão do contingenciamento do governo federal.
 
Expressão Online 
Cáceres