04/10/2013 - Riva destaca potencial de Rui Prado para disputar o Senado

Deputado estadual disse que o PSD convocará o presidente da Famato no momento certo para disputar a única vaga de senador em 2014

 

O deputado estadual José Riva (PSD) destacou o potencial do presidente da Federação da Agricultura de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, e sugeriu que este seja candidato ao Senado Federal nas eleições do próximo ano.

 

Riva revelou que o partido deve convocar Rui Prado para disputar a única vaga de senador em 2014. “Não falei com o Rui ainda, mas acho que ele precisa colocar o seu nome para o Senado. Mato Grosso precisa de congressista ativo, combativo e que tenha o conhecimento que ele tem do estado. Conhece não apenas o agronegócio e a agricultura familiar, pois tem lutado em todas as frentes. O partido vai lhe convocar na hora certa para essa missão e daí é que nem convocação do Felipão [Técnico da seleção brasileira], tem que aceitar”, brincou durante inauguração da sede municipal do PSD, na noite de quarta-feira (2).

 

Ao justificar a sugestão para o partido lançar a candidatura de Rui Prado, o deputado estadual lembrou que o presidente da Famato está preparado para disputar eleição. “Rui é extremamente preparado, sei que nunca cogitou disputar o Senado, mas conhece o estado como poucos. Faz um grande trabalho à frente da Famato e é um nome que deve ser levado em conta e que estará no processo eleitoral de 2014, com certeza. Tem potencial para disputar o Senado e o PSD precisa começar a colocar quadros como esse a disposição da sociedade”, confirmou.

 

Na semana passada, durante anúncio da aposentadoria do deputado federal Homero Pereira, Riva já havia comentado sobre a possibilidade de Rui Prado ingressar na política. “O Rui Prado seria uma mescla de Jonas Pinheiro com Homero Pereira, representando muito bem o agronegócio, devido ao seu potencial”, disse na oportunidade, quando o presidente da Famato foi comentado como possível candidato a deputado federal.

 

Presente no evento, Rui Prado se disse surpreso com as declarações de Riva em função de não terem conversado sobre a possibilidade. Por isso, preferiu não fazer análise a respeito da eventual candidatura ao Senado. Filiado ao partido desde 2011, argumentou que o PSD é o maior de Mato Grosso, com o maior número de prefeitos, vereadores e disse que o diferencial da legenda ocorre por estarem antenados às questões importantes do país.

 

“O Brasil está mudando e precisamos acompanhar. Vimos há pouco tempo o recado das ruas. Seja como candidato, formador de opinião ou estimulador de candidaturas, devemos agir de forma diferenciada. Analisando o orçamento da União e do Estado, vimos que existem recursos para a melhoria na saúde e educação, que é almejada pela população”, argumentou o presidente da Famato, que lembrou a importância do agronegócio para o Estado, pois representa 72% do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Assessoria

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário