04/10/2014 - Lúdio vai aos 141 municípios, visita bispo e crê no 2º turno

04/10/2014 - Lúdio vai aos 141 municípios, visita bispo e crê no 2º turno

O candidato ao Governo, Lúdio Cabral (PT), da coligação Amor à Nossa Gente, que aparece em segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto, encerra a campanha eleitoral do primeiro turno visitando os 141 municípios. Só na pré-campanha, o petista peregrinou por 121 cidades. Além disso,  compareceu ao distrito de São Félix do Araguaia, Espigão do Leste (1.100 km de Cuiabá).

 

Os municípios mais visitados por Lúdio fora a Capital foram Barra do Garças, Rondonópolis, Alta Floresta, Sorriso e Sinop. Estas cidades, inclusive, então entre as maiores quando se trata de eleitores. Em sua maioria, o candidato petista teve como transporte carros para municípios vizinhos a Cuiabá e avião para alcançar locais mais longínquos em razão da dimensão continental de Mato Grosso.

 

No decorrer da campanha, Lúdio recebeu apoio da presidente Dilma e do ex-presidente Lula através de depoimentos na TV. Os ministros da Educação, Transportes, Secretaria-Geral da Presidência, Relações Institucionais e Desenvolvimento Agrário estiveram no Estado participando de atos da campanha do petista. 

 

Dentre as curiosidades nas visitas do petista aos municípios, está o fato de ter sido o único candidato a visitar o bispo emérito de São Félix do Araguaia, Pedro Casaldáliga, ícone da luta pelas causas indígenas e pela reforma agrária em Mato Grosso. Outro fator que marcou Lúdio foi a visita em Poconé, onde teve uma receptividade bastante calorosa e animada. Lúdio, inclusive, chegou a dançar rasqueado com sua esposa Ana Regina, que sempre o acompanhava nas visitas, principalmente nos finais de semanas.

 

Apesar de visitas todos os municípios, Lúdio sempre manteve uma campanha franciscana de acordo com a parcial da prestação de contas divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aproveitava a “carona” no avião do candidato ao Senado, Wellington Fagundes (PR). Para se ter uma ideia do pouco recurso declarado pelo ex-vereador, o seu principal adversário, por exemplo, Pedro Taques (PDT) gastou mais de R$ 10,2 milhões, enquanto o petista prestou contas de R$ 684 mil até agora.

 

Por este motivo de gastança, inclusive, que Lúdio acusou em seus programas eleitorais, o adversário Taques de ser o "candidato dos bilionários", uma vez que estes depositavam milhões em sua campanha. Em contrapartida, aproveitou para intitular-se como “porta-voz” da maioria e que gostaria de ser governador para cuidar dos menos favorecidos.

 

 Esta é a segunda vez que o candidato Lúdio Cabral disputa o Executivo. Na sua estreia, o petista concorreu à Prefeitura de Cuiabá em 2012, no entanto, saiu derrotado pelo atual prefeito Mauro Mendes (PSB). Desta vez, o candidato tem a convicção de que irá levar a disputa para o segundo turno.

 

 

Tarso Nunes

Comentários

Data: 06/10/2014

De: EUZINHAA.

Assunto: LAMENTO:

LAMENTO POR O LUDIO NAÕ TE GANHADO.. EU VOTEI E VOTARIA NOVAMENTE. ELE É BOM,DAI PQ ELE É DO PT. ACABA NAÕ GANHANDO. MAS VEJO QUE NAÕ~TEM NADA AVER.
MAS AINDA ESTOU COM VCS PT'E PMDB'

Data: 05/10/2014

De: iu

Assunto: di

Ludio é incompetente em qualquer partido. e vai levar outra surra no dia 05.

Data: 06/10/2014

De: EUZINHAA.

Assunto: VC É BABACA

VC É MUITO BABACA SEU INDIOTA,SE VC NAÕ VOTA NELE TBEMM NAÕ TEM QUE TA ESCULACHANDO ELE. PQ VC NAÕ É MELHOR DOQUE ELE.

Data: 05/10/2014

De: Marina Gurjell

Assunto: Política em Mato Grosso...

Eu venho aqui dizer ao Candidato Lúdio ele é um kara muito competente para ganhar o Governo de Mato Grosso, mais entrou no Partido errado,o povo esta cansado do PT....

Novo comentário