04/10/2016 - Candidato eleito em Mato Grosso é preso em flagrante por compra de voto

04/10/2016 - Candidato eleito em Mato Grosso é preso em flagrante por compra de voto

O candidato eleito a vereador de Apiacás (956 km de Cuiabá), José Carlos Teschi, 41, conhecido como “Alemão”, foi preso em flagrante por compra de voto, durante as eleições no último domingo (02). Segundo as Polícia Civil, o político foi flagrado com grande quantidade de dinheiro e santinhos, em um colégio eleitoral do município.

 

Conforme as informações da assessoria do órgão, a polícia recebeu uma denúncia anônima informando a compra de votos na Escola Pública Centro de Promoção. Os policiais se deslocaram para o colégio, onde realizaram após monitoramento, realizaram a abordagem do suspeito.
 
Durante a revista pessoal os investigadores encontraram R$ 2.715 em dinheiro, duas folhas de cheque em branco e centenas de santinhos utilizados na campanha. Em buscas no veículo do político, foi encontrada grande quantidade de santinhos em uma caixa de sapatos.
 
O candidato recebeu voz de prisão e foi encaminhado a Delegacia de Apicás junto ao material de campanha apreendido. O político foi interrogado e autuado em flagrante pelo crime eleitoral de fazer arregimentação de eleitor ou propaganda boca de urna.
 
Concorrente a uma vaga de vereador pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), o suspeito foi eleito com 107 votos (2,56% do total).
 
Caso parecido
 
Presos por compra de votos, dois filhos do candidato a vereador Gordo do Goiano foram detidos pela Polícia Militar no final da tarde de domingo (2), em Várzea Grande. Identificados como G.A e G.A, os dois foram flagrados coagindo eleitores entregando santinhos enrolados em dinheiro. As pessoas eram obrigadas ainda a tirar uma foto do momento da votação para confirmar a venda.

 

 

 

Da Redação - Wesley Santiago

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário