04/11/2014 - 82% dos candidatos de MT ainda não prestaram contas; prazo expira na 4ª

O prazo para prestação de contas da campanha eleitoral termina nesta terça (4) e, até o momento, apenas 80 dos 463 candidatos de Mato Grosso apresentaram os documentos necessários para o Tribunal Regional Eleitoral, o que representa 82,8% do total. Para os candidatos que deixaram para última hora, a Coordenadoria de Controle Interno e Auditoria do TRE (CCIA) fará plantão de atendimento na Casa da Democracia, das 7h30 às 19h.

 

Entre os candidatos ao Governo, apenas José Roberto (Psol) entregou a prestação de contas. Entre os sete candidatos ao Senado, apenas três declararam, sendo Jayme Campos (DEM), Gilberto Lopes (Psol) e Lídio Barbosa (PTdoB). Já dos 113 deputados federais que disputaram as eleições, somente 14 prestaram contas até o momento, enquanto os estaduais 63 dos 337 candidatos entregaram a documentação.

 

A expectativa do TRE é receber cerca de 400 prestações de contas neste último dia. O coordenador de Controle Interno e Auditoria do Tribunal, Daniel Taurines, alerta que todos os candidatos, como partidos, em conjunto com os respectivos comitês financeiros, quando constituídos, devem prestar contas referentes aos gastos na campanha. Dos 842 diretórios estaduais que devem apresentar as informações, apenas 26 cumpriram a exigência até agora.

 

Os candidatos que não prestarem contas da campanha ficarão sem quitação eleitoral, colocando em risco a diplomação, bem como futuras candidaturas. “As contas dos eleitos devem ser julgadas até oito dias antes da diplomação. Quem não entregar os documentos com as arrecadações e os gastos da campanha pode não ser diplomado”, diz o coordenador.

 

As prestações de contas finais somente serão consideradas recebidas pela Justiça Eleitoral quando for emitido o extrato da prestação de contas pelo Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), ao final do processo de envio, e quando os prestadores de contas entregarem os documentos exigidos até o fechamento do protocolo dos órgãos da Justiça Eleitoral. (Com Assessoria).

 

 

Gabriele Schimanoski

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário