04/12/20114 - Homem revela que convidou estuprador da filha para jantar e o torturou até a morte

Um pai que supostamente convidou o estuprador de sua filha para jantar em sua casa descreveu para um jornal como ficou “muito irritado e perdeu a cabeça”, torturando o homem até a morte.

De acordo com informações da polícia, o progenitor cozinhou para o homem casado de 45 anos antes de dominá-lo, amarrá-lo a uma cadeira e queimar seus órgãos genitais com um ferro aquecido.

“Inicialmente, eu não queria matá-lo e pedi que saísse tranquilamente da minha casa e da minha vida, mas ele me provocou. Eu fiquei muito, muito irritado e perdi a cabeça”, disse ao MailOnline o homem, pai de seis jovens, que se entregou à polícia em Déli, Índia, no mês passado. “Eu enrolei uma toalha em volta do seu pescoço e amarrei a sua mão e o arrastei para o chão. Depois acendi o fogão e coloquei as pinças de ferro para esquentar.”

A vítima morreu pouco tempo depois da sessão de tortura. “Eu poderia ter fugido e até mesmo destruído o corpo, mas invés disso eu fui para a polícia e disse-lhes sobre o que havia feito. Ele era uma mancha na sociedade e uma ameaça constante para as mulheres. Você pode imaginar que este homem era pai de duas mulheres casadas e ainda se atreveu a fazer isso a minha filha jovem e inocente?”

O pai torturador, que não teve o nome revelado, disse que sua filha só admitiu que havia sido estuprada depois que começou a passar mal em uma manhã e descobriu que estava grávida. Acusado de homicídio, o réu pode enfrentar até 25 anos de prisão.

 

 

 

 

Por: Vinícius Salvino

Comentários

Data: 05/12/2014

De: revoltado

Assunto: fez bem

E assim q todo pai deveria fazerdepois q descobrice essas safadesa desses vagabundos, mandou bem.

Data: 04/12/2014

De: joão de deus

Assunto: estupro

Nós temos vários casos de estupro de veraneável,em são Felix do Araguaia,principalmente no espigão do leste(baianos),onde as autoridades competentes não tomam providências(policia,promotoria,judiciário e conselho tutelar),até quando?

Data: 04/12/2014

De: torturador

Assunto: estrupo

Pode até passar a vida na cadeia mas pelo menos fez aquilo que todo pai deveria fazer com alguém que estrupa uma filha sua. Esse pai não deveria ser preso, mas vai para a cadeia, se ele denunciasse o estrupador com certeza o estrupador seria solto e voltaria a cometer mais crimes, é o que a gente vê aqui no Brasil, bandidos sendo tratados pelo governo como gente de valor, com mais direitos que uma família.

Novo comentário