05/02/2015 - Mãe prende filha com obesidade e transtornos mentais para controlá-la

A Polícia Judiciária Civil apura uma denúncia de maus tratos e cárcere privado de uma mulher que sofre de obesidade e transtornos mentais, em Cáceres (03.02). O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Polícia Judiciária Civil, no município, que instaurou inquérito policial.

 

Conforme a delegada Cinthia Gomes da Rocha Cupido, a Polícia Civil recebeu informação de que a mulher estaria há mais de 10 anos, sendo mantida presa em condições desumanas, dentro da própria residência, no bairro Rodeio, na cidade de Cáceres.

 

A vítima, R.S.M, foi encontrada pelos investigadores de polícia, dentro de um pequeno cômodo com grades e dois cadeados, no quintal da casa. A mulher bastante obesa estava sem roupa, deitada no chão, e suja de fezes, sem nenhuma higiene pessoal e no ambiente.

 

A mãe da vítima, uma senhora de 63 anos, foi levada à Delegacia de Polícia para ser ouvida. Ela afirmou que sua filha sofre de esquizofrenia, transtorno mental, e que a mantém presa há muitos anos para facilitar os cuidados com ela.

 

A mãe também alegou que precisa dos medicamentos de alto custo para o tratamento da doença, porem, há mais de um ano não consegue os remédios.

 

A Polícia Civil ouvirá vizinhos e testemunhas e tentará junto à Promotoria de Justiça, condições para que a vítima receba atendimento médico adequado.

 

 

Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário