05/04/2012 1ª Reunião Ordinária e Formação da Comissão Gestora do território indígena etnoeducacional do Vale Araguaia

05/04/2012  1ª Reunião Ordinária e Formação da Comissão Gestora do território 	indígena etnoeducacional do Vale Araguaia

A Fundação Nacional do Índio (FUNAI), Ministério da Educação (MEC), indígenas e parceiros reuniram-se no final do mês de março em São Félix do Araguaia durante cinco dias para discutir a Formação Gestora do território indígena etnoeducacional do Vale Araguaia. O encontro teve como objetivo consolidar encaminhamentos para gestão e organização escolar, por meio da sistematização e pactuação do Plano de Ação.


Na ocasião, foi apresentado o diagnóstico da educação escolar indígena dos povos indígenas do Vale do Araguaia e suas comunidades escolares. Foram elaboradas propostas da educação indígenas, que contém as responsabilidades de todas as instituições que participarão da futura pactuação desse Território, referente às demandas da educação escolar indígena.



Para Maria Helena Fialho - Representando a FUNAI, a reunião, foi mais uma grande conquista para os povos indígenas, o território do Vale do Araguaia tem como meta estabelecer um modelo de planejamento e gestão da educação escolar indígena levando em conta as especificidades sociolingüísticas, políticas, históricas e geográficas e suas relações intersocietárias. “Os territórios visam efetivar o direito dos povos indígenas a uma educação escolar diferenciada, intercultural e de qualidade. Os indígenas vêm lutando juntos em defesa dos seus direitos; a terra, a saúde e pelo direito de uma educação indígena de qualidade então esperamos que essas alianças fortaleçam e que todas as instituições, possam desenvolver o Plano de Ação atendendo às demandas e necessidades de oferta de educação intercultural e específica para os povos indígenas do Vale do Araguaia, respeitando as diferenças de cada Povo”, disse.


A representante do MEC - Isabela Nades Fernandes foram trabalhado dois pontos importantes como a formação da comissão gestora para capacitar do ponto de vista da legislação, financiamento e diagnóstico da situação escolar do território Vale Araguaia, a etnia está com dificuldade de juntar toda comissão não estiveram presente algumas instituições por se tratar de um território difícil de articular e reunir todos os membros da comissão indígenas, nessa reunião conseguimos reunir vários indígenas da comissão onde rendeu o trabalho e enriqueceu o trabalho com eles.


Um dos representantes indígenas Kanelas, Wesley falou a nossa reportagem da 1ª reunião Ordinária e Formação da Comissão Gestora do território indígena etnoeducacional do Vale Araguaia: “Sou pioneiro do território e quero aproveitar a oportunidade para realmente enfatizar que a nossa essa reunião trouxe muitos avanços. Como se tivéssemos quebrado as correntes da educação indígenas conseguimos trabalhar várias questões emblemáticas, sobretudo foram abordados vários pontos de discussões e outras ações foram demandadas de forma positiva nessa Comissão. Contudo, Temos que lembrar que algumas ações pontuais que foram desenvolvidas nessa Comissão, e fortemente trabalhou como a questão da educação indígena”. Conclui


José Hani Karajá achou que foi um momento de interlocução importante para o Movimento Indígena. Mas que também seja levado como espaço de interlocução importante, para o governo. “E é preciso que nós voltemos a nos olhar, não só a Bancada Indígena, mas, sobretudo a Bancada do Governo, o seu compromisso, o seu papel com a questão da educação indigenista. Entendemos que a nossa presidente, vem sinalizando uma abertura muito boa de diálogo para com o Movimento Indígena e nós queremos que a política indigenista, seja de forma levantada no governo federal como algo prioritário”. Finaliza


Além da FUNAI, SEDUC, MEC e CEFAPROS, diversas instituições e gestões municipais que integram o território participaram da 1ª Reunião Ordinária e Formação da Comissão Gestora do território indígena etnoeducacional do Vale Araguaia. Os povos Karajá, Javaé, Xambioá, Tapirapé, Tapuia, Kanela e Krenak-Maxakali, entre outras.


Vanessa Lima/O Repórter do Araguaia
 

Comentários

Data: 24/04/2012

De: corina

Assunto: parabens

Parabenizo a equipe da FUNAI, MEC, comunidades indigenas e outros parceiro, pelo sucesso do evento.

Novo comentário