05/04/2015 - No Jornal Nacional, Pivetta cita ferrovia que não saiu do papel

Mato Grosso voltou a ser destaque em uma reportagem exibida na noite desta quarta-feira (1), no Jornal Nacional, da Rede Globo.

A matéria, do repórter Marcos Losekan, mostra os prejuízos à produção agrícola do Estado, por conta da dependência do transporte rodoviário.

O prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), cita, por exemplo, o mapa da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO) - planejada para ir de Vilhena, Rondônia, passando pelas lavouras de Mato Grosso, até Uruaçu, em Goiás – que até hoje não saiu do papel.

“Infelizmente é um mero quadro na parede. Todos os empresários que vinham aqui eu mostrava no quadro o que estava para acontecer aqui, a esperança que isso nos trazia”, afirmou ele.

Conforme a reportagem, com a ausência da ferrovia, a produção precisa ser escoada pela BR-163, alternativa que impõe alto custo à produção agrícola.

A reportagem narra que os trens poderiam substituir 400 mil caminhões e gerar uma economia de pelo menos R$ 7 bilhões por ano só com o frete.

Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), as licitações atrasaram porque os projetos ainda não estão totalmente definidos.

“O modelo regulatório ainda precisa de algumas definições de contorno. O nosso contrato de concessão ainda precisa alguns aperfeiçoamentos e esses aperfeiçoamentos vêm sendo construídos”, explica o diretor ANTT, Carlos Fernando Nascimento.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário