05/05/2015 - Taques fala que Rondon foi o maior da história

05/05/2015 - Taques fala que Rondon foi o maior da história

Na semana em que completa 150 anos do nascimento do Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, o Marechal Rondon, o governador Pedro Taques ressaltou a importância do reconhecimento do Patrono das Comunicações como o maior mato-grossense da história por conta de suas contribuições nas mais diversas áreas. 

 

Em participação no VIII Encontro Indígena de Mato Grosso, realizado no Museu de Pré-História Casa Dom Aquino, Taques relembrou os passos percorridos durante a expedição Roosevelt-Rondon, que teve início em 1913 e foi tema do encontro que contou com a participação do coronel Benjamin Rondon, bisneto de Marechal Cândido Rondon, e de Tweed Roosevelt, presidente da “Theodore Roosevelt Association” e bisneto do ex-presidente americano Theodore Roosevelt. 

 

“A expedição teve início na foz do rio Apa, na divisa do Brasil com a Bolívia para que pudessem encontrar o chamado Rio da Dúvida (hoje Rio Rossevelt), e pudessem estabelecer de forma cartográfica se este rio fazia parte da Bacia Amazônica, Bacia do Prata ou se fazia a ligação entre as duas”, explicou o governador. 

 

Taques relembrou a história de sucesso de Rossevelt, que depois se tornou presidente. Ele veio ao Brasil a fim de participar da expedição organizada por Rondon. “Os dois eram de lugares diferentes, tinham ideias diferentes, mas um objetivo em comum: desbravar fronteiras, não se quedarem diante de obstáculos. Rossevelt chegou a contrair malária nesta caminhada”, destaca. 

 

Taques lembra que Rondon foi indicado para concorrer ao prêmio Nobel da Paz, porque suas expedições sempre foram pacíficas. “Pra nós é motivo de orgulho. Como governador de Mato Grosso e mato-grossense, quero dizer que temos muito orgulho, ele era um visionário. Rondon, filmou e fotografou toda a sua epopeia. O que mostra que era um homem do seu tempo”, disse. 

 

O governador avalia que o trabalho de Rondon foi essencial para a comunicação. Segundo Taques, o telégrafo, ampliado por ele, era de extrema importância para a comunicação. “É importante dizer ainda que ele foi um humanista que defendeu os principais interesses do povo”, comentou. 

 

Para amanhã o governador contou que o Estado prepara uma programação especial para comemorar a data de nascimento de Rondon. As festividades ocorrem no distrito de Mimoso, em Santo Antônio do Leverger. Segundo Taques, na ocasião será lançado um programa de preservação de desenvolvimento do pantanal mato-grossense. 

 

Parte das festividades, conforme o governador, será realizada nas dependências do Memorial Rondon, que tiveram as obras foram retomadas pela atual gestão. A programação conta ainda com eventos do Exército Brasileiro em homenagem ao Marechal mato-grossense.

 

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário