05/07/2011 – 08h:30 Sistema de transporte intermunicipal em MT é ineficiente, aponta relatório

De acordo com o presidente da Casa de Leis, deputado José Riva, a matéria que fala sobre o novo planejamento de transporte deverá entrar em pauta de votação na sessão plenária desta terça-feira (05.07)

Um relatório da Fundação Ricardo Franco apontou que o sistema de transporte intermunicipal em Mato Grosso é ineficiente e de má qualidade. Os dados foram apresentados pela equipe técnica da Agência Estadual Regulação dos Serviços Públicos e pela presidente Márcia Vandoni, em reunião com duração de mais de 2 horas na tarde desta segunda-feira (04.07) com os deputados estaduais.

Atualmente, são 104 contratos operados por 20 empresas de transporte convencional, sendo que 10,58%, ou seja, 11 linhas, distribuídas para nove empresas de menores portes. Outros 89,42% dos contratos, ou seja, 93 linhas, que estão sob o comando de cinco grandes grupos.

 “A prestação de serviço está ultrapassado, com uma oferta pequena, oferece baixo conforto e confiabilidade, além de utilizar equipamento inadequado ou com manutenção ineficiente. Também há falta de padronização e inconsistência nas informações repassadas pelas empresas”, declarou a consultora da Fundação Ricardo Franco, Sabina Kauark.

Os deputados questionaram também a questão de apenas uma empresa poder explorar uma determinada linha, conforme proposta que tramita na Assembleia Legislativa. De acordo com o presidente da Casa de Leis, deputado José Riva, a matéria deverá entrar em pauta de votação nesta terça-feira (05.07). “Não vejo dificuldade nenhuma de aprovarmos este projeto. Felizmente, temos posições diferentes, que abre pauta para a discussão e uma avaliação mais profunda. Para o sistema melhore para termos uma Ager estruturada, com uma boa equipe de fiscalização e as empresas pagarem impostos”, comentou o deputado José

Segundo Márcia Vandoni, as pesquisas apontaram a viabilidade econômica de oito mercados e que o planejamento da Ager vai trabalhar com redes de transporte. Afirmou que os municípios têm dificuldades de coordenar as linhas municipais. “O estado está fazendo o serviço municipal. Além disso, a proposta que apresentamos de planejamento do sistema intermunicipal é algo que estamos estudando desde 2007, com consultoria externa”, destacou Vandoni.

Participaram da reunião os deputados Mauro Savi, Emanuel Pinheiro, Dilmar Dal Bosco, Airton Português, Romoaldo Júnior, Guilherme Maluf, Nininho, Carlos Avalone, José Domingos Fraga (atual secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar) e Luciane Bezerra, além do deputado federal Neri Geller.

SANDRA COSTA
Assessoria da Presidência

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário