05/08/2016 - Garcia é o preferido para substituir Mendes e irá consultar família

05/08/2016 - Garcia é o preferido para substituir Mendes e irá consultar família

O nome do deputado federal Fábio Garcia (PSB) é o preferido do grupo político do prefeito Mauro Mendes (PSB) para disputar o Palácio Alencastro.

 

A informação foi confirmada na noite desta quinta-feira (4) pelo presidente municipal do PSB, Suelme Evangelista, e pelo deputado estadual Eduardo Botelho (PSB).

 

Mauro Mendes anunciou, pela manhã, que não vai à reeleição.

 

Conforme Suelme, a escolha do nome de Garcia foi uma articulação do governador Pedro Taques.

 

A princípio, segundo o presidente, o deputado federal informou que sua intenção é de não ser candidato, mas que irá conversar a respeito do assunto com a família.

 

Ainda segundo Suelme, a decisão oficial sairá amanhã. Uma reunião está marcada para às 10h na sede do PSB, em Cuiabá.

 

“Eu fico muito lisonjeado e feliz com o reconhecimento do grupo. Obviamente, era um momento que nenhum de nós gostaríamos de estar passando. Nosso projeto sempre foi a candidatura do prefeito Mauro Mendes. Foi uma surpresa para todos nós. Estou no meu primeiro mandado de deputado federal. Assumi um compromisso com o Estado, com Cuiabá, de ser deputado federal e poder ajudar essa minha cidade. E eu prefiro cumprir esse compromisso , mas estou indo fazer uma conversa com minha família”, disse Fábio Garcia à imprensa. 

 

O presidente do PSB, adiantou que o grupo já tem outros nomes que estão sendo discutidos, caso o deputado federal não aceite o convite de ser tornar candidato. 

 

O nome do deputado Eduardo Botelho também estava cotado, mas ele afirmou que neste momento seu objetivo é a presidência da Assembleia Legislativa.

 

O empresário João Dorileo Leal (PSDB), proprietário do Grupo Gazeta de Comuniação, também foi citado, após a desistência de Mendes.

 

Entretanto há informações de que ele estaria ineligível por  não ter se desincompatibilizado de suas empresas no prazo estabelecido pela legislação eleitoral, que é quatro meses antes do pleito.  

 

"O nome do Fábio Garcia saiu daqui como o consenso entre todos. A princípio, ele disse que não quer ser candidato, mas vai ver com a família. Mas nós temos outros nomes também que podem ser discutidos”, disse Suelme. 

 

O governador Pedro Taques também confirmou que o nome do deputado federal é o favorito do grupo para disputar a Prefeitura de Cuiabá. 

 

“O nome do Fábio Garcia é o conseso, mas além dele, nós temos outros candidatos. Mas isso só será revelado amanhã”, relatou. 

 

O governador disse ainda que quem ser prefeito de Cuiabá não precisa ser convencido. 

 

“Com todo respeito, quem deseja ser prefeito de Cuiabá não precisa ser convencido. Não precisa apelar para que seja prefeito dessa cidade que vai fazer 300 anos em 2019. Uma cidade que é maravilhosa”, afirmou.

 

O presidente do PSDB em Cuiabá, Carlos Avalone, disse que o grupo político não terá problema em ter um nome para substituir o atual prefeito.

 

“Nós estamos conversando com todo mundo, estamos fazendo isso para ter um candiduta de consenso. O Fabio Garcia é um nome naturtal. Já foi chefe de Governo do Mauro Menos, é de uma família tradicional, teve 45 mil votos em Cuiabá para deputado. Quer dizer, tem todos os atributos e também tem apoio de todos os partidos. Mas isso depende de uma vontade, uma posição pessoal dele. Ele já disse que foi conversar com a familia, vamos aguardar. Até amanha de manhã, ao terminar a reunião, informaremos quem será o nome de consenso”, pontuou.

 

Desistência

 

Além dos motivos pessoais, a falta de recursos teria pesado na decisão de Mendes, já que suas empresas se encontram em recuperação judicial, com dívidas da ordem de R$ 100 milhões. 

 

Nos bastidores, o recuo deixa um indicativo claro: Mendes pretenderia disputar as eleições de 2018, seja para o Governo ou para o Senado. 

 

O fato de possuir bons índices de aprovação e avaliação, como mostrou recentemente o Voice Pesquisas, também teria sido considerado, já que ele terminará sua gestão em alta junto à opinião pública.

 

Por meio de nota, o prefeito disse que tomou a decisão de desistir de tentar à reeleição após "um longo e profundo processo de reflexão, considerando aspectos exclusivamente pessoais e familiares".

 

Mendes disse também que honrará até o dia 31 de dezembro os compromissos que assumiu na Prefeitura.

 

 

 

Thaiza Assunção E Douglas Trielli 

Da Redação