06/09/2012 - Suiá Missú - Força Nacional chega e assusta

 

Uma comissão de moradores da região da antiga fazenda Suiá-Missu foi ontem (04.08) a Cuiabá para pedir socorro às autoridades estaduais em relação às ações da Força Nacional de Segurança e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que já estão na área e começam a colocar em prática o plano da Fundação Nacional do Índio (Funai) de desintrusão de todos os não índios daquele lugar. “O povo está amedrontado. A PRF e a Força Nacional estão lá fazendo blitze, batidas, direto. Procurando armas, conferindo o documento de tudo.

Estamos com medo de que, quando a gente menos esperar, eles nos despejem de lá com truculência”, disse Américo Alves, vereador de São Félix do Araguaia (1.077 km de Cuiabá), eleito pelo distrito de Posto da Mata, onde mora. Paulo Lessa, secretário de Justiça e Direitos Humanos, que recepcionou a comitiva em nome do governo do Estado, afirmou que irá entrar em contato com a ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, a fim de conseguir chegar à presidente Dilma Rousseff, considerada uma das últimas esperança dos produtores rurais em permanecer na área. “A presidente é a única pessoa que pode se sensibilizar e mudar alguma coisa”, afirmou Paulo Lessa. Segundo ele, a questão só pode ser resolvida de uma maneira favorável aos produtores a partir desse tipo de intervenção política.>>>

 

Essa opinião é compartilhada pelo deputado estadual José Riva. “A reserva foi criada a partir de um decreto presidencial. Não acredito que a Justiça Federal irá passar por cima disso. Então, somente a presidente para poder alterar”, comentou o parlamentar, que também esteve na reunião. Além dele, Baiano Filho e Eliene Lima também receberam os moradores do Posto da Mata.

A área é motivo de conflito judicial entre produtores agropecuários instalados na região há pelo menos 20 anos (quando não há 50) e índios da etnia xavante, que reivindicam a área como sendo tradicional terra indígena. Após um estudo antropológico da Funai, o qual é acusado pelos não-índios de ser uma fraude, a Presidência da República demarcou a região como reserva indígena sob o nome de Marãiwatsédé em 1996 e desde então corre um processo judicial que se arrasta até hoje, e no qual foi determinado liminarmente o despejo dos produtores.

 

Escrito por Folha do Estado/ Jardel Patrício Arruda   

Comentários

Data: 12/05/2013

De: aliso

Assunto: vergonhaa de ser brasileiroo

sem comentarios sobre uma vergonha desse tamanhoo !!!!!!!!!!!!!

Data: 13/12/2012

De: ELIAS

Assunto: desapropriaçao

so faltava essa tirar esse povo que mais de 20 anos nessas terra plantando e desfrutando do seu trabalho e o governo federal nao faz nada esso e um abisurdo moro em BRASILIA mais conheço muito bem esta regiao os indios mao faz nada nem no que eles tem o governo quer da mais terra para eles isso que fim do mundo manda esses policias enfrentar os bandidos em SAO PAULO

Data: 06/12/2012

De: Rozeli

Assunto: A desapropriação para um bando de desocupado?

O que povo indígena que mais terra nem coragem de plantar eles tem, nos pagamos um salário para cada um deles dês do dia em que eles nascem, deixa a polução La eles só trouxeram melhorias para aquela área antes abandonada a Deus Dara, não e justo tirar trabalhadores para pro um bando de desocupado *indígenas* que só vai estraga o que la esta, sem conta que tem um rodovia que vai passar dentro das terras deles se casso for desapropriado só vão causar transtornos para o Estado como ja esta acontecendo naquela região com as carretas que la esta parada não circulando a produção do nossa pais.

Data: 13/09/2012

De: Gabriel

Assunto: Justiça

Caros amigos. Devemos sempre ir pelo lado da Força de Deus e confiar que ele protegerá todos nesse momento. Polícia Rodoviária, Força Nacional, Policia Militar e Civil todos também são trabalhores com são os Fazendeiros e os moradores do Posto da Mata, portanto não devemos te-los como inimigo porque todos existem para manter a ordem. Acreditamos que pela peocupação que todas autoridades estão tendo, logo esse impasse terminará de uma forma positiva para todos os lados. Que Deus intervenha mais uma vez em nossas vidas. Amém!

Data: 13/09/2012

De: miguel borges

Assunto: posto da mata

porque essa força nacional num vai pegar bandidos no morro só sabem mexer com pessoas desarmadas e de bem se achanm o maximo com aqueles que sao direitos mostrem servicos capturando bandidos e traficantes de drogas ex. policia federal

Data: 13/09/2012

De: CARLOS

Assunto: POSTO MT

NOS TEMOS QUE PEDIR PARA DEUS NOSSA SENHORA QUE ABENÇOES
TODOS QUE TUDO TRASCREVA EM PAZ.O MORADORES DE ESTRELA DO ARAGUAIA FICAM ONDE ESTÃO E OS IRMÃO INDIGINAS FICAM EM UMA AREA MUITO BOA COM RIOS E MATAS PARA PESCA E ETC

Data: 13/09/2012

De: carlos

Assunto: posto mt

MUITAS VEZ NÃO SÃO ATE INDIOS MAIS (ONG)

Data: 13/09/2012

De: miguel borges

Assunto: Re:posto mt

é ongs governamentais

Data: 12/09/2012

De: PREGADOR MÁRCIO ROGERIO

Assunto: SAIDA

QUANDO AS PESSOAS QUE ESTÃO DENTRO DA TERRA ENTRARAM PRA DENTRO DELA SABIAM QUE UM DIA ISSO IA ACONTECER,E AGORA ESSE DIA CHEGOU,QUE DEUS ABENÇÕE QUE OCORRA TUDO BEM!

Data: 06/09/2012

De: revoltado

Assunto: posto da mata

seria melhor, desapropriar dois ou tres com calma, do que desalojar sete mil com conflito.

1 | 2 | 3 >>

Novo comentário