05/10/2014 - Evite transtornos e saiba como proceder na hora do voto

Neste domingo (5), mais de 2 milhões de pessoas vão às urnas em Mato Grosso para decidir o futuro político do estado e do Brasil. A votação vai determinar os próximos deputados estaduais, federais, senador, governador e o presidente da República. Políticos que vão representar o povo durante quatro anos (oito no caso do senador). Por conta disso, a Justiça Eleitoral elaborou uma série de recomendações para o eleitorado evitar transtornos na hora da votação e especificou as regras para o dia. Confira abaixo

Documentação

A votação começa às 8 horas da manhã em todas as seções eleitorais, com término determinado paras as 17 horas, de acordo com o fuso horário de cada região. O voto é obrigatório e para votar é necessário levar um documento de identificação com foto: título eleitoral, carteira de motorista, de trabalho ou de reservista e a identidade. Nos locais onde haverá urnas com votação biométrica também é preciso levar a documentação. Isso porque se o sistema de identificação falhar, os documentos serão exigidos.

Atenção: Não é obrigatória a apresentação do título de eleitor. No entanto, o número deste documento é indispensável para o preenchimento da justificativa eleitoral.

Local de votação

As informações sobre zona eleitoral e a seção de votação podem ser verificadas no título de eleitor. Caso o documento tenha sido perdido, é possível consultar o local de votação e o número do título na página do Tribunal Superior Eeleitoral (TSE) na internet. Para esta consulta, basta informar o nome do eleitor, a data de nascimento e o nome da mãe.

Também é possível baixar o aplicativo para smartphones "Onde votar ou justificar”, criado pela Justiça Eleitoral para facilitar o acesso do eleitor brasileiro ao local de votação e aos postos de justificativa, caso esteja fora do seu domicílio eleitoral. A ferramenta está disponível para as plataformas Android e iOS.

Locais de votação em Água Boa AQUI

Justificativa

Os eleitores que estiverem fora do município ou do domicílio eleitoral poderão justificar o voto em qualquer seção eleitoral. Aqueles que deixarem de votar vão pagar uma multa de R$ 3,50 e terão a perda de direitos como emitir passaporte, regularizar CPF, e não tomar posse em cargo em público. É necessária uma justificativa para cada turno em que o eleitor foi ausente, ou seja, se faltou à votação no primeiro turno, deve fazer uma justificativa; se faltar ao segundo turno, outra justificativa.

A justificativa pode ser feita no dia da eleição em um dos postos de justificativa ou em até 60 dias após a ausência. Para justificar a falta no primeiro turno, o eleitor deve comparecer ao cartório eleitoral até o dia 4 de dezembro. Se a falta for no segundo turno, o cartório eleitoral receberá a justificativa até o dia 26 de dezembro. Para preenchimento do formulário de justificativa no dia da eleição é indispensável o número do título de eleitor.

Manifestação de apoio

Os eleitores podem manifestar o apoio a seus candidatos, desde que seja de forma silenciosa e individual. Até o término da votação é proibida a aglomeração de pessoas e também o uso de broches, roupas padronizadas, bandeiras e adesivos que caracterizem nanifestação coletiva.

Celulares e outros eletrônicos

Não permitido fazer selfie dentro da seção eleitoral, principalmente quando o eleitor estiver de frente com a urna na cabina de votação. Por isso, o eleitor não pode utilizar celulares, tablets ou máquinas fotográficas na hora de votar. Esses aparelhos devem ficar retidos com o mesário enquanto o eleitor vota. A proibição serve para preservar o sigilo do voto e evitar possível pressão de candidatos e cabos eleitorais.

Boca de urna

A "boca de urna" (distribuição e/ou veiculação de propaganda política) e qualquer outro tipo de propaganda eleitoral é proibida no dia do pleito e está sujeita a pena de seis a um ano de detenção.

Acessibilidade

Para votar, o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida poderá contar com o auxílio de pessoa de sua confiança, ainda que não tenha feito o pedido antecipadamente ao juiz eleitoral.

Colinha

Todos os eleitores brasileiros votam na urna eletrônica. Como são muitos os cargos para os quais é necessário escolher um candidato, a Justiça eleitoral permitu a utilização da colinha, facilitando assim a digitação do voto.

Fiscais

Nesse domingo é vedado aos fiscais partidários, nos trabalhos de votação, o uso de vestuário padronizado, sendo-lhes permitido tão só o uso de crachás com o nome e a sigla do partido político ou coligação.

 

 

 

Comentários

Data: 05/10/2014

De: AAAAAAAAAAUUUUUUU

Assunto: 12

É 12 MINHA GENTE SEGURA O TRANCO AGORA PREFEITOS DO PSD-PT-PMDB A CAÇADA TÁ SÓ COMEÇANU.

MARINA 40.

Novo comentário