05/10/2015 - Taques e mais 5 governadores firmam parceria em projeto para professores da rede pública

Durante a segunda etapa do 4º Fórum de Governadores Brasil Central, realizada nesta sexta-feira (02), em Campo Grande (MS), o governador Pedro Taques junto aos chefes do Executivo dos estados de Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Distrito Federal assinaram um Memorando de Intenções para formatação de modelo de parceria com a organização internacional Teach for All e a sociedade civil sem fins lucrativos Vetor Brasil. 

A parceria prevê a elaboração e o desenvolvimento de projetos de apoio a programa de recrutamento, seleção e capacitação de professores da rede pública, a ser desenvolvido pela Teach for All, e de seleção e de treinamento de profissionais para atuar na concepção, implementação e avaliação de políticas públicas (Trainees de Gestão Pública), sob coordenação da Vetor Brasil. 

Na ocasião, foi oficializado o lançamento do portal do Brasil Central (www.brasilcentral.gov.br). O site tem a finalidade de promover a região e concentra as principais informações sobre os estados, como indicadores econômicos, sociais e de desenvolvimento. Nele haverá ainda um observatório, que será alimentado pelos institutos de pesquisa e secretarias de planejamento das unidades da federação que integram o bloco. 

Consórcio interestadual

Durante o evento, procuradores-gerais dos estados-membros também avançaram na elaboração da minuta do estatuto do consórcio. 

Taques considera o Brasil Central um exemplo de sucesso. “Apesar da crise econômica e política pela qual estamos passando, nós estamos aqui pensando no futuro. Já existimos oficialmente e agora temos o desafio de concretizar o que estamos planejando”, disse. 

O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central é composto pelos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Rondônia e do Distrito Federal. Juntos, eles representam 25% do território nacional, com 658 dos 5.570 municípios brasileiros e quase 20 milhões de habitantes.

 

 

Da Redação - Arthur Santos da Silva
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário