05/11/2014 - Vem Aí Novembro Azul: A Luta Intensa Contra O Câncer De Próstata

As Secretarias de Saúde, em conjunto com as demais secretarias da Prefeitura de São Félix do Araguaia, estão unidas num único objetivo: promover passeatas, palestras e várias ações para a conscientização a respeito do câncer de próstata que atinge um a cada seis homens no Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O evento vai ocorrer no dia 14 de novembro, a partir das 16:00hs com uma grandiosa passeata e novos eventos no Rotary Club. Vários órgãos, instituições e o empresariado já estão se comprometendo a participar do evento. Também as escolas estaduais, municipais e particulares também se farão, engrossando as fileiras, para a campanha de esclarecimento.

 

 A questão do câncer de mama é mais melindroso, porque existe o preconceito masculino contra o exame tradicional, embora já exista a opção de se fazer o diagnóstico através do exame de sangue.

 

Sintomas como dor lombar, falta de ereção, dor na bacia ou joelhos e sangramento pela uretra podem ser indícios graves. A maioria dos cânceres de próstata não causam sintomas até que atinjam um tamanho considerável, quando, às vezes, já é tarde demais.

 

Homens de 50 anos acima podem realizar o exame de toque retal e dosagem de uma proteína do sangue (PSA), por meio de exame de sangue, para saber se existe um câncer de próstata que apresenta ou não sintomas. O toque retal e a dosagem de PSA não informam se a pessoa tem câncer, eles apenas sugerem a necessidade ou não de realizar outros exames.

 

Os profissionais da área de saúde de São Félix do Araguaia alertam para que os homens se sensibilizem para essa questão. OS HOMENS PRECISAM CUIDAR MELHOR DE SUA SAÚDE.

 

Uma reunião foi realizada no gabinete do prefeito, para o planejamento dos eventos a serem realizados.

 

Principais sintomas do câncer de próstata:

-  Necessidade premente de correr ao banheiro – pode, cia inclusive, ocorrer que a urina vaze antes que chegue lá (Incontinência urinária).

- Sensação de dor na parte baixa das costas ou na pélvis (abaixo dos testículos);

- A sensação de que sua bexiga não se esvaziou completamente e ainda persiste a vontade de urinar.

-  Jato de urina muito fraco ou reduzido.

-  Necessidade freqüente de urinar, especialmente à noite.

-  Dificuldade de iniciar a passagem da urina.

- Dificuldade de interromper o ato de urinar.

-  Urinar em gotas ou jatos sucessivos.

- Necessidade de fazer força para manter o jato de urina.

 

 

Redação: Sergildo Ribeiro Gonzaga

Foto: Departamento de Comunicação - PMSFA

Comentários

Data: 05/11/2014

De: pau grande

Assunto: prostata

É isso aí camaradas vamos cuidar do nosso melhor amigo, senão começa aquela anarquia. É como diz o gaúcho: o pau que apronta tchê, e o cú é que paga a conta.

Novo comentário