05/12/2014 - Polícia Civil recupera carreta e carga de combustível roubados no interior

A Polícia Judiciária Civil começou a desarticular uma quadrilha investigada em vários roubos de cargas de combustível, ocorridos em Mato Grosso. O trabalho é da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), que na última  quarta-feira (03.12) identificou o  suposto líder da quadrilha e prendeu um membro do bando, na operação denominada "Carga Pesada"
 
Na ação, também foram apreendidos uma carreta bitrem, avaliada em R$ 100 mil e o combustível que era transportado, no valor de R$ 96 mil, além de um cavalo trator, seis celulares descartáveis, e o rádio Pabx de um caminhão roubado.  O veículo e o combustível recuperados foram restituídos ao proprietário.
 
Conforme as investigações, os assaltos aos caminhões ocorrem durante o transporte do combustível, nas rodovias do Estado. O motorista é mantido em cárcere privado  até a transferência da carga para outro caminhão tanque. "Após repassarem a carga para receptadores, abandonam o caminhão roubado e libertavam o motorista.Toda a ação costuma demorar muitas horas", explicou o delegado Antônio Carlos Garcia de Matos.
 
Segundo a Especializada, vários roubos de cargas foram registrados no interior do Estado e também na região metropolitana de Cuiabá. "Com isso essa Especializada vem se empenhando em identificar as quadrilhas que atuam nessa modalidade criminosa e detê-los", afirmou Garcia.
 
Um dos roubos ocorreu na noite de terça-feira (02.12), quando uma carreta bitrem  tanque, carregada com 45 mil litros de álcool, foi tomada de assalto no município de Rosário Oeste (128 km ao Norte). Depois de ficar 12 horas em poder dos bandidos, o motorista foi libertado já no município de Nortelândia (253 km a Médio-Norte).
Investigadores da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos de Cuiabá localizaram a carreta bitrem roubada no posto Chapadão,  BR.163/364, saída para Rondonópolis (212 km ao Sul), ainda com o combustível.
 
No local, os policiais descobriram que a carreta tinha sido deixada ali por Paulo Alexandre de Oliveira Silva, investigado como membro da quadrilha. Ele foi preso em flagrante com um rádio Pabx do caminhão roubado e foi reconhecido pelo frentista do posto Chapadão, como sendo da pessoa que deixou a carreta roubada com o combustível no local. O suspeito vai responder por roubo qualificado.
 
Os policiais apuraram que o caminhão (cavalo/trator) utilizado por Paulo Alexandre para o levar o combustível até o posto teria sido uma Skania de cor Branca, placa JQJ-6311, roubada há cerca de 2 meses na região de Alta Araguaia. O  veículo foi localizado e a perícia confirmou a adulteração do chassi. O caminhão (cavalo/trator) que transportava o combustível ainda não encontrado. 
 
O líder da quadrilha foi identificado como sendo Antonio José da Costa, conhecido por "Cabecinha", que chegou a ser detido na operação, mas foi liberado após interrogatório, por não ter sido reconhecido pela vítima.
 
Para a Polícia Civil, Antônio José seria o provavelmente autor intelectual dos crimes e continuará a ser investigado para comprovar sua participação nos roubos ocorridos.
 
Nas ações, os criminosos utilizam celulares descartáveis, ou seja, compram grande quantidade de telefones e distribuem entre os membros da quadrilha. Após a ação criminosa, descartam todos os telefones. Foram apreendidos vários celulares que seriam descartados.
 
 
 
Escrito por assessoria - edição Kassu/ÁguaBoaNews

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário