06/02/2012 - DNA confirmará identidade de mulher achada em forno de pizzaria

 

A Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, trabalha com a hipótese de que os fragmentos de ossos humanos encontrados carbonizados em um forno da Pizzaria Fornalha, na Avenida General Melo,  em Cuiabá, na sexta-feira, 3, sejam de uma jovem moradora do bairro Tijucal.  Trata-se de Katsue Stefany, 25 anos. Ela seria garota de programa, mas a o delegado André Renato Gonçalves pedirá exame de  DNA para confirmar se a moça é mesmo a vítima do homícidio.
 
A família da jovem disse que ela está desaparecida desde a última quinta-feira, 2. O suspeito é Weber Melques Vernandes de Oliveira, 22. O pai do jovem prestou depoimento ao delegado André Renato Gonçalves, no final da tarde de sexta-feira, e contou que vizinhos ligaram para ele dizendo que ouviram gritos de uma mulher, na madrugada, por volta de 1 hora.
 
Testemunhas disseram que viram o rapaz entrando sozinho na pizzaria e saiu pela manhã sozinho e sujo de sangue.
 
O empresário disse ao delegado que conversou com o filho e ele teria dito que havia matado uma pessoa, porém não contou quem e nem onde. Em seguida, pegou sua motocicleta e desapareceu, sem dar mais notícias.
 
No forno da pizzaria, peritos recolheram restos de ossos, um anel e uma corrente. O material biológico da jovem será comparado com o material encontrado no local do crime, que havia sangue.
 
O delegado informou que todas as medidas cautelares necessárias já foram tomadas. A Polícia realiza diligências para localizar o suspeito e esclarecer a identidade da vítima, motivação e as circunstâncias do crime.
 
Redação 24 Horas News
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário