06/02/2014 - Mendes confirma lançamento da pré-candidatura de Taques neste mês com DEM, PSDB e PTB no palanque

O senador José Pedro Taques (PDT) será lançado pré-candidato ao governo de Mato Grosso, na segunda quinzena de Março, provavelmente no Centro de Eventos do Pantanal, com um arco de alianças pelo menos 100% maior que a coligação ‘Mato Grosso Muito Mais’ (PSB, PDT, PPS e PV), responsável por sua vitória em 2010. Em abril, será realizado outro grande evento para lançamento do pré-candidato ao Senado, provavelmente o senador Jayme Campos (DEM). E, em maio, a coligação vai lançar o nome para vice-governador e os pré-candidatos à Câmara dos Deputados e para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Além dos quatro remanescentes do pleito anterior, o coordenador da aliança e presidente estadual do PSB, prefeito Mauro Mendes, confirmou nesta quarta-feira de Cinzes (05/03) que ficou “muito bem encaminhado” o diálogo para DEM, PSDB e PTB participarem da coligação.

O compromisso foi firmado na manhã desta quarta-feira (05/02), durante reunião no Hotel Odara. Na futura aliança, também são aguardados pelo menos mais quatro partidos de menos expressão, aos quais Mendes chama de “emergentes”. Os presidentes o presidente do PPS, prefeito Percival Muniz, de Rondonópolis; e do PV, José Roberto Stopa, não participaram.

A reportagem do Olhar Direto apurou Pedro Taques e Mendes recepcionaram o deputado federal Júlio Campos, presidente do DEM; e deputado estadual Dilmar Dal Bosco; deputada estadual Luciane Bezerra, vice-presidente do PSB; deputado federal Nilson Leitão, presidente do PSDB; prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, da Executiva do PDT; e o ex-diretor do Dnit Luiz Antonio Pagot, da Executiva do PTB.

“O Comitê Democrático Suprapartidário é para isso: organizar eventos partidários até as convenções”, explicou Mendes, que é o coordenador do comitê. 

Júlio Campos afirmou que estão sendo articulados pelo Comitê Suprapartidário diversos encontros regionais e setoriais, com entidades das organizações sociais e bases populares. “Teremos encontros com a Associação dos Madeireiros do Noroeste de Mato Grosso, em Juína; com os Clubes de Dirigentes Lojistas, em Rondonópolis; empresários, em Juara; e movimento comunitário na Baixada Cuiabana”, argumenta Júlio Campos, com a experiência de quem já foi governador, senador e prefeito de Várzea Grande.

“Vamos oferecer espaço para discussões de temas que hoje afligem a sociedade mato-grossense. Estamos percorrendo Mato Grosso há seis meses com Pedro Taques, debatendo alterantivas que vão melhroar a vida das pessoas”, pontuou Pivetta, para a reportagem do Olhar Direto.

 

 Lucas Bólico / Da Redação - Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário