06/04/2012 - Sefaz encontra 22 tablets sem nota fiscal encaminhados a MT via Correios

 

Equipe da Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) flagrou, na última semana, 22 aparelhos tablets sem nota fiscal na unidade de fiscalização localizada dentro da Central de Distribuição de mercadorias dos Correios, em Várzea Grande.
 
A mercadoria, no total de R$ 40,5 mil, foi adquirida por contribuinte em Vila Monte Alegre, no interior de São Paulo, com destino a Cuiabá (MT).
Por conta da infração tributária, o Fisco autuou (Termo de Apreensão e Depósito – TAD) o remetente da mercadoria ao pagamento de cerca de R$ 27,1 mil, valor correspondente ao Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) não recolhido e à multa pela falta de documento fiscal.  
 
A emissão de documento fiscal é uma obrigação do estabelecimento vendedor e direito do adquirente. O TAD já foi pago.
 
A fiscalização nos Correios é realizada por amostragem. Atualmente, em torno de 50% de todos os pacotes que chegam ao Estado são abertos e verificados pelos servidores da Sefaz.
 
“Quando entramos na Central de Distribuição para escolher o que será aberto e fiscalizado, observamos alguns sinais claros de que a operação contém irregularidade tributária, principalmente aqueles volumes sem nota fiscal no lado externo do pacote. No entanto, realizamos uma triagem nos destinatários e remetentes antecipadamente”, explica o superintendente de Fiscalização da Sefaz-MT, Último Almeida de Oliveira.
 
Diariamente, 12 funcionários da Sefaz trabalham na unidade dos Correios. "Mensalmente, pelo menos 43 mil encomendas entram em Mato Grosso via Correios, com perspectiva de constante crescimento", afirma o gerente de Controle Aduaneiro da Sefaz, Wilson Alves.
 
Redação 24 Horas News 

Comentários

Data: 06/04/2012

De: muito

Assunto: bom

são felix do araguaia ta d parabens ,o prefeito com uma diaria de 600 reais ;e nossos vereadores ainda aprova 20%do recurço pra ele gastar com q ele quiser! falta d vergonha p/ cara dos eleitores d s.f.a.mt...............

Data: 06/04/2012

De: Matogrssence

Assunto: FISCO

Deveriam ter essa mesma eficiencia era na Saude, Educação e transporte publico, pois para deslocar de São Felix para Cuiaba a passagem só a passagem é R$ 210,00, e tem que rezar para o onibos não quebrar, pois senão passa das 24 horas de viagem, uma verdadeira via crusis. tuso isso tem o patrocino do gOV. eSTADUAL DE DA AGER - MT. PAGAR IMPOSTO PA QUE? O RETRONO É ESSE.

Data: 06/04/2012

De: Dono

Assunto: INPOSTO

Pagar inposto pra que? se a soiciedade vice carente de transporte educação saude e a truma da bonina nadando em dinheiro. só se ver e escandalo dessa tiurma na umprensa nacional

Novo comentário