06/05/2014 - Ibama interrompe grande desmatamento próximo do Parque do Xingu e apreende frota de maquinário

Em mais uma ação da Operação Onda Verde, realizada pelo Ibama durante o fim de semana, foram apreendidos 13 tratores de esteira e um de pneus, seis correntões, duas pás carregadeiras, um caminhão prancha e outro caminhão carregado com 10 mil litros de combustível. Essa frota foi flagrada desmatando aproximadamente dez por cento (10%) de um total de 10 mil hectares, contratado pelo novo proprietário de uma fazenda leiloada há seis meses. Localizada no município de Gaúcha do Norte (595 km de Cuiabá), ao sul do Parque Indígena do Xingu, a fazenda tem 26,25 mil hectares e possui 16 km de margem do rio Curisevo, afluente do rio Xingu.

Com o apoio de uma guarnição da Força Nacional, as equipes do Ibama se dirigiram para a região, com helicóptero e viaturas, para verificar desmatamento acusado por imagens de satélite. Os tratores estavam em plena ação de derrubada da floresta amazônica que, em parte, já estava degradada pelo uso irregular de fogo. Aproximadamente 960 hectares do que seria desmatado já estava no chão, sob a ação de tratores e correntões.

De acordo com o superintendente do Ibama de Mato Grosso, Marcus Keynes, “a ação foi uma grande vitória para o meio ambiente”. “Evitamos um grande dano para a fauna e flora amazônica”, conclui Keynes.

A área da fazenda foi embargada e o proprietário foi autuado por desmatamento ilegal. Os maquinários apreendidos já estão sendo destinados para prefeituras da região e, possivelmente, para a Fundação Nacional do Índio – Funai.

A Operação Onda Verde, que tem por objetivo coibir o desmatamento ilegal da floresta amazônica, no estado de Mato Grosso, teve início em fevereiro de 2013 e tem atuado continuamente, independente de chuva, feriados e finais de semana. Com a ajuda de imagens de satélites, sobrevôos de aeronaves e ronda terrestres, o Ibama já conseguiu impedir diversos desmatamentos, realizou muitos embargos e apreensões, além de aplicar milhões de reais em multas. “Esta foi a maior apreensão de maquinários realizada em apenas uma ação da Onda Verde”, afirma Keynes. “Vamos retirar de circulação seis correntões que eram utilizados em uma das formas mais danosas de fazer desmatamento, pois faz uma destruição global e não seletiva da biodiversidade”, conclui o superintendente do Ibama.

 
 
Escrito por assessoria IBAMA

Comentários

Data: 06/05/2014

De: CARLOS

Assunto: desmatamento ilegal da floresta amazônica,

Agora e hora do povo comentar essa situação,ou sera que tem alguém que diz que o IBAMA fez errado??????

Novo comentário