06/06/2016 - Profissionais da educação param na segunda

06/06/2016 - Profissionais da educação param na segunda

Os profissionais da rede municipal de ensino de Várzea Grande estarão em greve a partir da próxima segunda-feira (6). Dentre as 84 unidades de ensino da cidade, 64 já teriam sinalizado adesão à paralisação.

A rede atende aproximadamente 25 mil alunos. A medida foi adotada pela categoria porque a gestão não teria atendido ao acordo feito em 2015.

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso, subsede em Várzea Grande (Sintep-VG), aponta que durante o movimento realizado no ano passado e que teve 17 dias de duração, foi acordado com a gestão que seria realizada uma atualização salarial, o enquadramento profissional e a revisão do plano de carreira.

Contudo, os dois últimos pontos não foram cumpridos e o primeiro, foi anunciado apenas para os professores e não se estendia ao restante dos profissionais. Todavia, a categoria esperou a folha de pagamento para atestar o anúncio. Diante do não pagamento dos 11,36% a todos os servidores da educação, a categoria, então, decidiu paralisar.

O Sintep-VG rebate a informação que não teria como a gestão arcar com o pagamento do reajuste para toda a categoria porque a arrecadação estaria diminuindo. Para isso, o sindicato aponta os investimentos da educação na apresentação das Metas Fiscais do Primeiro Quadrimestre de 2016, apresentados neste semana.

Todavia, o Sintep-VG reitera que está aberto à negociações com a gestão e informa que se uma proposta for apresentada, será levada para assembleia. Na segunda-feira (06) os profissionais realizarão um ato público.

Outro lado

Sílvio Fidelis, secretário de educação do município, informou que ainda não havia sido notificado da decisão da categoria e só se pronunciaria depois que isso acontecesse.

 

 

Natalia Araújo, repórter de A Gazeta

 
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário