06/07/2011- 09h:15 Universidade de MT apura supostas ameaças de alunos contra professor

Grupo de alunos estaria ameaçando professor por receber notas baixas.
Professor de Engenharia Florestal registrou ocorrência contra alunos.

A reitoria da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), com sede em Cáceres, a 250 quilômetros de Cuiabá, vai instaurar um processo de sindicância para apurar supostas ameaças recebidas por um professor de Engenharia Florestal do campus de Alta Floresta, a 800 quilômetros da capital, de acadêmicos do curso. O docente, de 57 anos, registrou boletim de ocorrência na Polícia Militar denunciando sofrer ameaças de alunos que teriam tirado notas baixas em sua disciplina.

Por meio de nota oficial, o reitor da Unemat, Adriano Silva, diz lamentar a atitude "antidemocrática e antissocial" de alguns acadêmicos e se solidarizou com o profissional. Segundo ele, durante a apuração, tanto os alunos quanto o professor envolvido, terão direito a esclarecer e contar suas versões do fato.

O reitor avalia ainda que a instituição de ensino é um espaço democrático em que o respeito deve predominar, mesmo que as opiniões sejam divergentes. "A Unemat garante diferentes esferas de recurso para que os direitos de professores, alunos e servidores sejam respeitados", completou.

No boletim de ocorrência, registrado no último sábado (2), o professor disse ter sido informado por um colega professor de que havia um grupo de alunos tramando contra a sua vida. Um deles teria chegado a dizer que sabia o endereço dele e que revidaria as notas ruins aplicadas pelo docente.

 

Pollyana Araújo Do G1 MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário