06/07/2012 - Ex-ditador argentino é condenado a 50 anos por rapto de bebês

 

A justiça argentina condenou nesta quinta-feira o ex-ditador Jorge Rafael Videla a 50 anos de prisão pelo rapto de bebês como parte de um plano sistemático executado durante o último governo militar na Argentina (1976-1983).
 
Considerado um processo "emblemático", o julgamento começou por uma denúncia das Avós de Praça de Maio por "subtração, retenção, ocultação e substituição de identidade de menores de dez anos" e abrange cerca de 30 casos.
 
Efe

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário