06/08/2014 - Silval transfere R$ 30,3 milhões a AL por excesso de arrecadação

O governador Silval Barbosa (PMDB) abriu crédito orçamentário na ordem de R$ 30,3 milhões para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Conforme publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) quer circulou nesta terça-feira (5), o crédito suplementar foi aberto em decorrência de excesso na arrecadação de impostos através de fundos como por exemplo o Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação).

Do montante milionário que receberá nas próximas horas, a Assembleia Legislativa vai gastar R$ 11 milhões com a ampliação e reforma física do Palácio Dante Martins de Oliveira e outros R$ 10,3 milhões com a manutenção de serviços administrativos gerais. Outros R$ 8 milhões com a remuneração de pessoal ativo do Estado e encargos sociais. 

Conforme a Lei Orçamentária Anual (LOA), aprovada pelos deputados estaduais em dezembro de 2013, o duodécimo, que é o repasse do Executivo ao Legislativo para custear despesas, teria neste ano o valor de R$ 309,4 milhões.

Todavia, o decreto assinado pelo governador Silval Barbosa garante R$ 30,3 milhões, além dos R$ 309,4 milhões já previstos no OGE. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso é composta por 24 deputados estaduais que recebem salário de R$ 20 mil e outros benefícios como verba indenizatória de R$ 35 mil.

Recentemente, concluiu a realização de um concurso público que preencheu 430 vagas. Hoje, a Mesa Diretora da Assembleia é administrada pelos deputados estaduais Romoaldo Júnior (PMDB), presidente, Mauro Savi (PR), primeiro-secretário, e que são candidatos a reeleição.

 

  |

Comentários

Data: 06/08/2014

De: cidadão matogrossense

Assunto: ARRECADAÇÃO

Que vergonha! E a saúde, educação, estradas... precisando de dinheiro. MEU AMIGO ELEITOR NÃO SE INLÚDIO nessas eleições.

Data: 06/08/2014

De: cidadão matogrossense 2

Assunto: Re:ARRECADAÇÃO

assino em baixo. pode reconhecer no cartório.

Novo comentário