06/08/2015 - Populares prendem acusado de roubar celulares na Barra

06/08/2015 - Populares prendem acusado de roubar celulares na Barra

No final da tarde de quarta-feira (05/08) aconteceram dois roubos de aparelhos celulares, na seqüência, por volta das 18h40. O primeiro assalto foi perto de um centro espírita no bairro São João em que a vítima (uma senhora) foi atacada por dois homens numa moto que lhe tomaram o celular.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e no momento em que conversava com a vítima, surgiu o chamado de outro assalto desta feita na rua dos Alpes perto da escola Nossa Senhora da Guia.

Só que neste segundo roubo, o acusado Wesley Vieira de Souza, 22 anos, se deu mal. Ele tomou o aparelho Motorola Moto G, porém a vítima gritou por socorro e populares o seguraram e recuperaram o celular da vítima.

Wesley tentou negar o crime, todavia não conseguiu explicar porque estava com aparelho da vítima. E nesse intervalo, chegou a vítima do primeiro assalto que também reconheceu Wesley como um dos autores.

Ele voltou a negar o crime. Mais cedo, um menor de 14 anos foi preso por um vigilante da Inviolável que viu o desespero de uma adolescente de 15 anos (vítima) correndo atrás do acusado.

Populares gritaram pedindo ajuda e o vigilante que estava de moto conseguiu derrubar o suspeito e recuperar o celular da adolescente. Na central, o menor que não tinha passagem na polícia disse que cometeu o crime por bobeira e que foi incentivado por coleguinhas da escola.

A onda de roubo de celulares na Barra virou um assunto preocupante. Na terça-feira, foram dois assaltos e um no domingo.

O coronel Jadir Costa Metelo, comandante do 5º Comando Regional de Barra do Garças, acredita que esse tipo de crime se deve a reincidência de criminosos que vira e mexe saem da cadeia; a participação de menores confiantes na impunidade e também a displicência das vítimas que andam pelas ruas acessando os celulares em lugares escuros e se tornam ‘presas fáceis’ para os ladrões.

 

Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário