06/09/2016 - "É o 1º golpe na história do mundo que tem direito de defesa de seis dias”, diz Taques sobre impeachment

06/09/2016 - "É o 1º golpe na história do mundo que tem direito de defesa de seis dias”, diz Taques sobre impeachment

O governador Pedro Taques (PSDB) defendeu a legalidade do processo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e ironizou a tese de que o afastamento definitivo da petista foi um golpe político que levou Michel Temer (PMDB) à Presidência da República. “É o primeiro golpe na história do mundo que tem direito de defesa de seis dias”, declarou, em conversa com jornalistas, na última semana.
 
“A Constituição foi cumprida. Como diz o professor Michel Temer, golpista é quem rasga a Constituição, quem não quer obedecer a Constituição. Vocês todos notaram que o Michel Temer deu uma acelerada, ele foi pra cima, né? Mudou de posição”, afirmou, lembrando que logo na sequência do impeachment o presidente subiu o tom e afirmou que “não levará desaforo para casa”.
 
Taques lembra que o crime de responsabilidade é o dispositivo legal dentro do regime presidencialista para se mudar o presidente e avalia que a vontade popular de promover esse tipo de mudança é influenciada por crises. Na ótica do governador, as rupturas no presidencialismo são traumáticas, mas no parlamentarismo ocorrem sem parar a o país.

 

“No regime parlamentarista nós não teríamos esta crise”, opina. “A sociedade estaria desconfiada dele [primeiro ministro] convoca eleições, ele cai e tudo roda normalmente. O presidencialismo não tem um instrumento, um remédio para resolver a crise [política]. Esse remédio é o crime de responsabilidade e hoje essas crises [políticas] - e elas se fundamentam muito em crises econômicas - estas crises, há a possibilidade que ocorram sempre”.
 
Taques avalia que a mudança de presidente deve melhorar o trânsito do líder mato-grossense, em Brasília. “Nós temos o ministro da Justiça, o Alexandre de Moraes, estudou junto comigo, é meu amigo. O ministro das Cidades, o Bruno [Araújo], eu tenho uma boa relação com ele. O Mendonça Filho, ministro da Educação, tenho uma excelente relação com ele. O ministro das Relações Exteriores, o [José] Serra, eu tenho uma relação de amigo com ele. O ministro do desenvolvimento, o Marcos Pereira, é meu colega de mestrado”, elencou. 

 

 

 

Da Redação - Lucas Bólico

Comentários

Data: 06/09/2016

De: Luis Gonzaga Domingues

Assunto: luisodomingues@hotmail.com

Juizinho sem carácter e ética. Deveríamos era demitir um indivíduo desses já que não cumpriu a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade. O cara der pau. Bom!É de Rosário Oeste-MT. Para de falar besteira e vai estudar. Será que ele imagina que por ser juiz está acima da Lei. Aliás, todos nós sabemos que uma boa parte da justiça é corrupta. É fazer uma pesquisa para ver se o povo confia nela. Quer ver.

Novo comentário