06/09/2016 - ABSURDO - Estado investiga desvios de dinheiro em merenda de escola indígena

06/09/2016 - ABSURDO - Estado investiga desvios de dinheiro em merenda de escola indígena

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) prorrogou um processo administrativo disciplinar (PAD) que apura a suspeita de desvio de dinheiro público destinado a merenda escolar de escolas indígenas em Mato Grosso. As suspeitas estão relacionadas ao ano de 2011, ainda na gestão de Silval Barbosa (PMDB), época que a Seduc era comandada pelo Partido dos Trabalhadores.

Segundo as informações, repasses financeiros destinados a Escola Estadual Indígena de Educação Básica “Samuel Sahutuwe”, no município de Canarana, não teriam sido aplicados integralmente na merenda escolar dos alunos.

A portaria assinada pelo secretário de Educação, Marcos Marrafon, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) que circulou no último dia 30 de agosto prorroga a investigação pelo período de 120 dias. 

No entanto, não é citado qual o valor supostamente desviado dos cofres públicos e tampouco quais servidores públicos são suspeitos de ter cometido irregularidades.


 

 

Rafael Costa - Folha Max

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário