06/10/2015 - Secretário de Saúde pede demissão

O secretário de Estado de Saúde Marco Bertúlio deixa de exercer sua função à frente da pasta para dar lugar ao médico Eduardo Bermudez. Com a mudança, que deve ser oficializada no Diário Oficial desta terça-feira (06), o Governo pretende dar continuidade ao planejamento adotado para o setor, que é prioridade na gestão.

Além do anúncio da alteração no staff do Governo, o governador Pedro Taques (PSDB) também assinou um decreto para publicação estabelecendo um conselho responsável pelo acompanhamento da execução do acordo de resultados no âmbito das políticas públicas de saúde.

Em seu artigo 1º, o documento prevê que, para assegurar a execução prioritária de todas as ações da área, os secretários de Estado de Planejamento, de Fazenda, de Gestão e do Gabinete de Assuntos Estratégicos deverão definir regras, procedimentos e rotinas no âmbito das respectivas pastas para favorecer o atendimento preferencial das demandas originadas da saúde.

De acordo com o documento assinado pelo governador, exclusivamente os secretários de Planejamento e Fazenda ficam autorizados a praticar todos os atos necessários à execução de novas obrigações e contratações que tenham origem na SES.

O decreto também autoriza o atendimento das ações de saúde por meio da celebração de termos de cooperação, convênios ou outras formas de parceria “voluntária ou não, financeira ou não financeira, entre os órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta, entre o Poder Executivo e outros Poderes, ou entre entes federativos”, versa o artigo 3º.

Taques agradeceu o empenho de Marco Bertúlio pelo período em que ocupou a principal cadeira da secretaria, principalmente pelo momento de transformação pelo qual passa o Estado, onde coordenou ações com um dos maiores orçamentos anuais do governo, da ordem de R$ 1,5 bilhão.

Em carta entregue nesta segunda-feira (05.10) ao governador, Marco Bertúlio afirmou que aceitou o desafio de comandar a pasta com muita vontade de contribuir com a transformação de Mato Grosso. Disse ainda sentir orgulho de ter feito parte da equipe que iniciou o processo “de mudanças para melhor deste Estado, com o objetivo claro de recuperar a esperança e a autoestima do povo desta terra”, diz em um trecho. Bertúlio ainda informou que questões pessoais o levaram a colocar o cargo à disposição do governador.

Currículo

Eduardo Bermudez, 55 anos, é nascido no Rio de Janeiro, mas foi criado no Rio Grande do Sul. Graduado em Medicina pela Universidade Católica de Pelotas (RS), tem experiência em gestão empresarial e comercial da Organização Nacional de Acreditação (ONA) e foi auditor do sistema ISO 9000. Tem MBA Executivo em Política e Gestão de Sistemas de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O novo secretário de Saúde é ex-membro titular do Conselho Nacional de Saúde e assessor técnico e parlamentar da Confederação Nacional de Saúde. Já foi diretor e secretário municipal do município paranaense de Foz do Iguaçú e diretor administrativo e técnico de hospitais de grande porte no Distrito Federal (DF).

Eduardo Bermudez tem a missão de trabalhar em conjunto com o Movimento Brasil Competitivo (MBC) - responsável pelo salto nos índices de educação no Estado de Goiás - que definiu Mato Grosso como entidade federativa que receberá esforços de especialistas para a implantação de um novo modelo de gestão da saúde pública. O profissional já vinha atuando em conjunto com Bertúlio, há quatro meses, na implantação de um novo modelo de gestão na Secretaria de Saúde.

 

Da Assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário