06/10/2016 - Polícia apreende cestas básicas que seriam distribuídas por candidato a vereador por suposta compra de votos em Querência

06/10/2016 - Polícia apreende cestas básicas que seriam distribuídas por candidato a vereador por suposta compra de votos em Querência

Em mais um trabalho da Polícia Militar de combate a crimes de corrupção eleitoral, várias cestas básicas foram apreendidas, nesta terça-feira (28.09), no município de Querência - MT. Na ação, o candidato a vereador Elson Batista (PSB) responsável pela as mercadorias foi conduzido à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos.

As diligências iniciaram após denúncia de um morador de Querência à Policia Militar, sobre suspeitas de distribuição de cestas básicas em troca de voto, privilegiando ao candidato eleito a prefeito Fernando Gorgem (PSB) da cidade. Ele, contou muitas que o supermercado Macry estaria abastecendo uma camionete de cestas básicas na cidade, que seriam distribuídas à população em troca de votos.

Com base nas informações, os policiais se deslocaram até um Supermercado Macry no setor Nova Querência  da cidade, onde foram localizadas as supostas cestas básicas prontas para serem entregues. As cestas levadas pela camionete, onde o condutor F.J. da mesma foi atuado em flagrante por ingerir bebida alcoólica durante o seu trajeto.  

De acordo com o candidato a vereador as cestas seriam levadas para uma escola indígena, localizada na cidade de Querência, já o acessor Pedagógico da rede estadual e responsável pelas escolas indígenas desmente a versão e afirma que as aldeias estão sendo abastecidas com a merenda escolar por outros dois supermercados da cidade, vencedoras da licitação.

 

Muita gente foi para frente da delegacia da policia militar protestar contra a suposta compra de votos. Como dessa vez, porém, deu tudo errado. Aí, restou apelar para os métodos nada republicanos para mudar o jogo nas urnas a seu favor. Entrou em cena a compra de votos e a corrupção das consciências.

 

Em Querência corrupção eleitoral sentou praça no município e produziu episódios que até Deus duvida. A  suposta compra de votos, acintosa e despudorada, foi tamanha a ponto de provocar revolta de parte da população  pela forma como tudo ocorreu nos dias que antecederam o pleito. 

                                          

Todo material encontrado e divulgado no vídeo foi encaminhado à Policia Judiciária Civil, para que a mesma tome as providências cabíveis.

 

Até o fechamento dessa matéria, o site não conseguiu contato com o candidato a vereador para ele se defender das acusações do MPE.

 

Acesse o link e veja o link do videos: www.youtube.com/watch?v=sDofMpyT9So&feature=youtu.be

 

 

 

Robson Lima/O Repórter do Araguaia

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário