06/11/2015 - Pai é suspeito de abusar de filha indígena em Cuiabá

Um homem de 49 anos é suspeito de estuprar a filha de 11, em Cuiabá. A criança seria de etnia indígena, e foi trazida pelo suspeito e pela companheira, ainda bebê de uma aldeia para a Capital. A Polícia Militar e um Conselheiro Tutelar registraram um boletim de ocorrências na Central de Flagrantes, na noite de quarta-feira (4), depois que o tio da menina, um adolescente de 14 anos, denunciou o suposto abuso sexual.

A criança e o pai residem no bairro Novo Milênio. Quando os policiais chegaram ao local, a menina abriu a porta, e o homem, J.J.J, 49, foi encontrado apenas de cueca.

Indagada pelo conselheiro tutelar, Odenil Valeriano, se sofreu abuso sexual, ela respondeu que não. Entretanto, conforme a denúncia do tio, o menor de 14 anos, também indígena, que conviveu na casa, a menina dormia na mesma cama do pai. No boletim de ocorrências consta que o suspeito é viúvo e estaria vivenda apenas ele a filha na casa.

O adolescente relatou que também foi trazido de uma aldeia para viver com o casal, e que passou a dormir no quarto ao lado do suspeito. Em algumas ocasiões, percebeu sussurros e gemidos, e até chegou a ver sangue no lençol.

Devido a isso, teria se mudado para a casa de um vizinho, ao lado da casa, e acionado a polícia. 
O suspeito foi encaminhado para a Central de Flagrantes. A Polícia Civil deve abrir um procedimento para investigar o suposto abuso.

 

 

Izabel Barrizon, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário