06/12/2013 - Pescador desaparecido no Rio Kuluene é encotrado muito ferido; polícia vai apurar o caso

O pescador Aureliano Francisco de Melo que estava desaparecido desde as 21 horas do dia 28/11, após uma operação da policia ambiental estadual no Rio Kuluene, foi encontrado por familiares que se deslocaram até o local, bastante ferido e debilitado.

 

Aureliano passou dois dias perdido no meio do mato, segundo ele, matando a sede com a própria urina e saciando a fome com frutas nativas do cerrado.

 

O pescador procurou a reportagem do site e declarou que após retornar a barraca do acampamento, na companhia do pescador e amigo Mauro Tomé, por volta das 21 horas do dia 28/11, foram surpreendidos por dois policiais que, antes mesmo de se apresentarem começou a agredir Mauro, e, Aureliano ao ouvir as pancadas e os tombos que o amigo recebia dos policias, temendo por sua integridade física, resolveu empreender fuga.

 

Segundo Aureliano, no momento em que se dirigiu para o rio ouviu dois estampidos provocados por arma de fogo; "eu ouvi o barulho dos tiros e o barulho dos chumbos batendo nas folhas do mato". Disse o pescador.

 

"Pulei dentro do rio e desci até outra barraca, mas, passados alguns momentos, vi os faróis de um carro, senti medo e adentrei ao matagal, sem rumo e direção, sem lanterna, sem arma, não tinha nenhum canivete comigo". Declarou Aureliano. Nesse momento pode-se perceber lagrimas correndo no rosto do pescador que não conseguia esconder a emoção.

 

Aureliano declarou a reportagem do site InteressanteNews que foi obrigado a beber a própria urina para matar sua sede, além de, nos dois dias em que ficou perdido na mata, não tinha alimentação e comeu apenas algumas frutas nativas do cerrado.

 

O pescador sofre de problemas de coluna e para andar depende da ajuda de uma bengala. "Foi Deus quem me deu forças para fugir. Não sei de onde veio tanta força". Declarou em prantos.

 

O fato foi noticiado para a Policia Judiciária Civil de Nova Xavantina pelo pescador Mauro Tomé, onde foi realizado o Exame de Corpo de Delito. Mauro relatou a reportagem que apanhou muito dos policiais e suspeita de fratura em três costelas.

 

O Comando Geral da Policia Militar determinou a abertura de procedimento administrativo para investigar a conduta dos policiais que participaram da operação, sendo que Aureliano foi ouvido em Nova Xavantina na manhã desta quinta feira (05/12).

 

O site InteressanteNews irá acompanhar o andamento do processo administrativo para apurar os fatos e coloca a disposição dos policiais para prestarem suas versões, caso queiram, independentemente de pedido formal.

 

InteressanteNews

 

Comentários

Data: 07/12/2013

De: POPULAÇÃO

Assunto: RE

CONCORDO COM VC ...
SÓ QUE TEM QUE LEMBRA QUE E PIRACEMA ESTES PESCADOR NÃO RESPEITARA ...!!!

Data: 06/12/2013

De: Gente

Assunto: Bandido Armado



O Pior dos badidos é o Bamdido da policia que tem permissão de andar armado e fazer barbaridade. Covardes.

Novo comentário