07/06/2012 - Professor é contratado e demitido horas depois por ser gay

 

Um professor de música foi contratado por uma escola cristã em Ohio. Horas depois, Jonathan Zeng foi demitido. Motivo: ser gay. 
 
Durante uma conversa com os empregadores, foi perguntado a Jonathan, de 30 anos, qual a opção sexual dele. Como disse ser gay, sua carreira na Armleder School foi abreviada, contou o "Cincinnati.com". 
 
A direção da escola disse ter agido de acordo com uma diretriz que impede a contratação de homossexuais, já que eles, como estariam no meio de crianças, poderiam afetar a santidade do casamento entre homens e mulheres.
 
"Falei a eles que nós, como seguidores de Cristo, temos que mostrar amor a todos, sem julgamento", comentou o professor à emissora WCPO.O
 
O  Globo

Comentários

Data: 08/06/2012

De: eu

Assunto: biblia

quem cre na biblia sabe a dificuldade pra comcorda, aseitar e uma coisa comcorda e outra; segundo a biblia que para os cristãos e a palavra de Deus ele mesmo abomina tal ato.

Novo comentário