07/07/2015 - Prefeito e vice de Bom Jardim são afastados; presidente da Câmara deve assumir

Prefeito de Bom Jardim é cassado e presidente de Câmara deve assumir prefeitura

O prefeito de Bom Jardim Cleudes Bernardes da Costa, o Baré (PSDB) foi cassado do cargo mais uma vez. Uma decisão tomada em 1ª instância pelo juiz Bruno Leopoldo, de Aragarças-GO do dia 25/06, afastou Baré e o vice dele, Edson Godozinho.

Na decisão, o magistrado julgou procedente parcialmente o pedido narrado pelo Ministério Público para fins de condenação de Baré, vice e a empresa de José Humberto Pereira ME por causa de um suposto esquema que estaria desviando recursos da limpeza pública da cidade conforme o que prevê a lei número 8.429/1992.

O juiz absolveu Maria Auxiliadora Magalhães Pinto e condenou os demais citados no processo. Baré e Godozinho responderão as sanções previstas no artigo 12 parágrafo primeiro: perda da função pública; e devolução de recursos impactados nas contas públicas da prefeitura de Bom Jardim e multa de 50 mil para cada um.

É decisão de primeira instância e o prefeito Baré segundo informações já está correndo de um recurso no Tribunal de Justiça (TJ-GO) para permanecer no cargo. Essa é a segunda vez que Baré é afastado da prefeitura de Bom Jardim. Em 2013 ele chegou a ter o diploma de eleito cassado e o segundo colocado Nailton de Oliveira assumiu a prefeitura por um período.

De acordo com a decisão quem assume a prefeitura é o presidente da Câmara Municipal.

 

Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário