07/09/2016 - Calor volta na 4ª; frio é sinal de desmate

07/09/2016 - Calor volta na 4ª; frio é sinal de desmate

Os serviços de meteorologia apontam uma escalada da temperatura desde esta quarta-feira (7) até o próximo sábado (10) em Cuiabá.

Estes dias atípicos de frio intenso para agosto na capital do sol geraram comemoração dos que gostam e reclamações dos que querem o calor de volta.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informa que nesta quarta-feira (7) o feriado terá temperatura mínima de 12 a 14 graus, ainda bem baixa para a realidade local, e máxima de 27 a 30 graus. Com céu parcialmente nublado.

Na quinta (8), as mínimas previstas são de 15 a 17 graus e as máximas de 30 a 33.

A sexta (9) e o sábado (10) já serão dias de calor, de acordo com a meteorologia. Os termômetros devem marcar de 18 a 37 graus.

Não há previsão de chuva neste período, de acordo com o Inmet e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Mas, de acordo com o site Tempo Agora, “uma frente fria avança pela costa do Sudeste e a previsão é de pancadas intercaladas com períodos de melhoria em Minas Gerais, Rio de Janeiro, em São Paulo nas áreas de divisa com o Estado mineiro e também no Centro-Oeste, como no sul de Mato Grosso e de Goiás”.

O professor doutor em física, Marcelo Paes de Barros, que estuda o clima na capital desde 1961, não vê com tanta estranheza o frio dos últimos dias. Segundo ele, isso já ocorreu em outros anos no mês de agosto.

O que Marcelo vê de diferente é que o desmatamento no Estado pode estar interferindo, para mais ou para menos, na intensidade do frio, nas regiões ou nos microclimas.

“Há 50 anos, se esta mesma massa de ar frio, com esta mesma intensidade, se chegasse em Cuiabá, no Porto, por exemplo, os termômetros não registrariam, provavelmente, temperaturas tão baixas”, acredita ele, que é professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

 

 

Keka Werneck, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário