07/10/2015 - Polícia autua taxista que testemunhou acidente por omissão de socorro

07/10/2015 - Polícia autua taxista que testemunhou acidente por omissão de socorro

A Polícia Civil ouviu na tarde de ontem (5), o taxista testemunha do acidente que vitimou duas pessoas na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), no último sábado (3), em Cuiabá. T.A.M foi autuado por omissão de socorro, mas é considerado vítima. Ele assinou Termo Circunstanciado e Ocorrência (TCO) e foi liberado.

O taxista relatou que segundos antes do acidente, que matou o condutor da caminhonete Amarok, Nicholas Santos Dias, 24, e Ivonete Magalhães Silva, que estava em um ponto de ônibus, o motorista colidiu em seu táxi, nas proximidades da sede da Polícia Federal.

Na confusão, os taxistas do ponto cercaram o homem, e perceberam que ele estava embriagado. Eles negociaram o pagamento da batida e Nicholas ainda tentou pagar, mas o cartão não passou na máquina.

Ao achar uma brecha, ele entrou na caminhonete e saiu em disparada pela avenida, batendo no poste e causando a morte de Ivonete, que havia acabado de descer de um ônibus. Uma mulher sofreu fratura nas duas pernas.

O taxista foi ouvido pelo delegado Jefferson Dias, da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), onde foi autuado por omissão de socorro e assinou TCO. Entretanto, ele também é considerado vítima. Ele deve comparecer em audiência no Juizado Especial, no próximo dia 20 de outubro. (Colaborou Toninho de Souza/TV Record)

Acesse o link abaixo e veja vídeo antes do acidente

www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/9/materia/459034/t/policia-autua-taxista-que-testemunhou-acidente-por-omissao-de-socorro

 

Izabel Barrizon, repórter do GD

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário