07/11/2015 - Xavantes protestam contra PEC e interferência política no Dsei de Barra

07/11/2015 - Xavantes protestam contra PEC e interferência política no Dsei de Barra

As lideranças xavantes fizeram uma passeata na manhã de sexta-feira (06/11) e depois bloquearam o trânsito da avenida Ministro João Alberto em Barra do Garças, agora pouco. Eles estão protestando contra uma possível interferência política na direção do distrito de saúde (Dsei) Xavante de Barra e também contra a Proposta Emenda Constitucional (PEC) 215 que tira o poder da Funai e do Governo Federal de demarcar as terras indígenas e passando para o Congresso Nacional.

As lideranças estavam com faixas e cartazes pedindo respeito ao povo indígen. De manhã, eles fecharam a rua Pires de Campos em frente à sede da Sesai e agora à tarde fecharam a praça dos Garimpeiros no centro para conceder uma entrevista a imprensa.

Os índios pediram que o deputado federal Valtenir Pereira não interfira na questão do cargão do Dsei Xavante de Barra matendo Claudio Rodrigues. Segundo os índios, eles são contra a nomeação de Joel Goes para esse cargo.

“Nós queremos que as lideranças em Brasília, senhores deputados e senadores, respeitem as decisões tomadas pelo conselho indígena de onde devem partir as indicações, mas sem interferência política”, frisou Agnelo uma das lideranças dos xavantes.

Os índios deixaram claro se não forem atendidos vão fechar a ponte do rio Garças, divisa de Mato Grosso e Goiás, segunda-feira (09/11). Dsei Xavante é responsável pela saúde de nove mil índios xavantes na região de Barra.

A chefia do Dsei Xavante é muito cobiçada porque movimenta mais de 10 milhões de reais por ano cujo valor é administrado por uma ong mas a fiscalização compete ao distrito mencionado.  

 

 

Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário