08/02/2014 - Da tribuna do Senado, Pedro Taques relata situação do Araguaia

“A sociedade quer ser ouvida. A sociedade quer contato. A sociedade quer olho no olho. Isso não é diferente no Araguaia”, afirmou o senador Pedro Taques (PDT-MT), nesta quinta-feira (06.02), em pronunciamento no Senado Federal. O parlamentar relatou a viagem de 13 dias que fez durante o recesso a 27 municípios do Vale do Araguaia com o projeto “Fala Mato Grosso”.

 

Conforme observou, a região enfrenta problemas na área de educação, saúde e infraestrutura logística. E a maioria das 158 reivindicações colhidas pelo senador durante a viagem tem a ver com problemas em rodovias, especialmente falta de pavimentação.

 

“O asfalto traz desenvolvimento, saúde e educação. Saúde para que uma ambulância possa levar um paciente com problema de alta complexidade de uma cidade para outra num tempo razoável; para que atraia mais profissionais da educação; mais indústrias e serviços”, analisou o senador.

Pedro Taques contou que no menor município do estado, Araguainha, a população pediu distribuição de água e a construção de um hospital na cidade vizinha para atendimento da população de toda a região. Ele classificou como “constrangedora” a situação de pacientes que precisam buscar tratamento em Tocantins sem ao menos receber atendimento de médico plantonista ou enfermeiro em Mato Grosso.

 

“É assim que nossos pacientes estão sendo tratados: empurrados de um lado para outro. Sabemos que não é possível construir um hospital de referência em cada município. Mas é preciso que os hospitais regionais - que devem atender casos de média e alta complexidade - saiam no papel na região do Araguaia”.

 

Em Confresa, há grande preocupação com a falta de regularização fundiária e problemas com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Pedro Taques ressaltou que a regularização de terras é um problema em todo o país, especialmente em Mato Grosso que tem mais de 500 projetos de assentamentos rurais.

 

“É importante que a titularização seja feita de modo ágil, pois com os papéis nas mãos as famílias podem acessar programas de financiamento, melhorando a produção e a qualidade de vida. A informalidade impede que as propriedades sejam usadas como garantia para obtenção de crédito. Sem investimento, a produtividade é menor, a renda é menor e a pobreza é maior”, disse o senador.

 

Eldorado.fm
com Assessoria

Comentários

Data: 10/02/2014

De: o povo

Assunto: a verdade ,,,,,

Existe um ditado que é a mais pura das verdades "QUER CONHECER ALGUÉM, DÊ O PODER A ELE", na verdade esse comentário é com referência a organização do evento SENADOR PEDRO TAQUES EM SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA, sob a responsabilidade do vereador, então presidente daquela casa de leis, O traira TAVARES, vejo que o mesmo não tem perfil político, de pessoa honesta, na verdade será mais um Gesner Biondo, sem escrúpulo, sem postura, não tem respeito com os eleitores. Um evento tão importante como aquele merecia mais um pouco de respeito com a autoridade que ia estar presente, em primeiro lugar, neste tipo de evento não deve haver sigla partidária, todos são iguais, a primeira prioridade, era convidar o representante máximo do partido do visitante, que fiquei sabendo que é uma servidora da educação, que na verdade a mesma, estaria representando duas agremiações (EDUCAÇÃO/PARTIDO), COM CERTEZA É UMA PESSOA QUE MERECE TODO O NOSSO RESPEITO, na hora da reunião precisou o visitante solicitar a presença da mesma, para compor a mesa ao seu lado,que vergonha hein. Quem conheceu o Tavares antes de entrar na política, era um menino simples, humilde, que os familiares do mesmo o admiravam, hoje são poucos que votam nele, era uma pessoa que demonstrava jamais ser corrompido, mas as aparencias nos enganam, o poder lhe subiu a cabeça, e se perdeu, uma pena. O Senador já estar sabendo das trairagens que aconteceram, e dará o devido respaldo. Mas vamos continuar trabalhando, com respeito aos nossos eleitores, porque agora não olhamos sigla. queremos algo novo, novos pensamentos, novos ideais, novos principios para Mato Grosso. OBRIGADO......

Novo comentário