08/03/2013 - Depois de 11 anos, padrasto é preso acusado de abusar da enteada

O pedreiro Valdemar Alves de Souza, 49 anos, foi preso na quarta-feira (6) pela Polícia Civil de Barra do Garças depois do cumprimento de um mandado de prisão. 

O suposto crime teria ocorrido em 2002, porém demorou onze anos para que a Justiça chegasse à conclusão do processo de que o padrasto teria culpa. Valdemar já tinha até esquecido da ação e tentou fugir no momento que foi abordado pela Polícia Civil. Um dos investigadores feriou o dedo durante a prisão do acusado. 

Valdemar foi encaminhado para cadeia pública. Na época do crime, o padrasto estaria trabalhando como pedreiro. 

A detenção do acusado foi realizada por parte da delegacia municipal sob comando do delegado Adilson Gonçalves.

 

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário