08/05/2013 - Diretor de Sangue Bom deixa novela após agredir assistente e amante, diz jornal

 

Bafo nos bastidores da TV! De acordo com o colunista Leo Dias, do jornal O Dia, na  semana de estreia da novela das sete, Sangue Bom (Globo), o diretor geral da trama, Carlos Araújo, pediu afastamento da produção após ser acusado de agredir fisicamente sua amante e assistente de direção da novela, Joana Antonaccio.

Segundo a publicação, no boletim de ocorrência (n° 91201239/2013), que está sob sigilo na Delegacia de Atendimento à Mulher, no Centro do Rio, Joana, que disse à polícia ser amante de Carlos há cerca de seis meses. Ela o acusou de agressão e injúria.

Segundo ela, o diretor deu um soco em sua boca dentro de seu automóvel e a xingou de “piranha” após uma discussão. O jornal afirma ainda que a assistente foi encaminhada ao Instituto Médico-Legal, onde foi feito um exame de corpo de delito, no qual foi confirmada a agressão.


No registro de ocorrência, Joana não disse que trabalha na TV Globo, mas afirma saber que o diretor é casado. A polícia acredita que o motivo da briga tenha sido o desejo de Carlos de terminar a relação extraconjugal. Desde que foi feito o boletim, a polícia tenta encontrar Carlos Araújo por meio de seus telefones e endereços, mas ninguém foi encontrado em seu endereço nem respondeu às chamadas telefônicas.

Ao R7, a Comunicação da Globo informou que o diretor solicitou um período de licença para cuidar de um problema pessoal.

 

Do R7

 

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário