08/06/2011 - 08h:00 Palocci pede demissão do cargo de ministro da Casa Civil

 Antônio Palocci não é mais ministro chefe da Casa Civil da presidência. O pedido de afastamento foi entregue há pouco pelo próprio Palocci e divulgado imediatamente no twitter da presidência da república.


A senadora Gleisi Hoffmann, do PT do Paraná, e esposa do ex-ministro do Planejamento, Paulo Bernardo,  foi convidada a assumir o cargo que até hoje era de Palocci.

Segundo informações de bastidores, Paulo Bernardo era um dos nomes mais fortes para substituir Palocci.

Palocci deixou o cargo nesta terça- feira (6), quase um mês após a publicação de uma reportagem  feita pelo jornal “Folha de S.Paulo” segundo a qual ele teve o patrimônio aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010.

A íntegra da nota divulgada pela Casa Civil é a seguinte:

"O ministro Antonio Palocci entregou, nesta tarde, carta à presidenta Dilma Rousseff solicitando o seu afastamento do governo.

O ministro considera que a robusta manifestação do Procurador Geral da República confirma a legalidade e a retidão de suas atividades profissionais no período recente, bem como a inexistência de qualquer fundamento, ainda que mínimo, nas alegações apresentadas sobre sua conduta.

Considera, entretanto, que a continuidade do embate político poderia prejudicar suas atribuições no governo. Diante disso, preferiu solicitar seu afastamento."

 

De Brasília - Vinícius Tavares

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário