08/07/2011 – 08h:20 Enem terá 5,4 milhões de candidatos aptos para a prova de 2011, diz Inep

Exame teve mais de 6,2 milhões de inscrições e acontece em outubro.
'Número superou nossa expectativa', diz presidente do Inep.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá 5,4 milhões de candidatos aptos a realizar a prova neste ano, segundo informou a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Malvina Tuttman, ao G1. O Inep é o órgão vinculado ao Ministério da Educação responsável pelo exame. A reportagem ainda tenta contato com a assessoria do ministério.

Os dados foram fechados nesta quinta-feira (7) após contabilizados os pagamentos das inscrições. A presidente do Inep não soube precisar o número de 2011 comparado com o do ano passado, mas afirmou que foi superior.

"Esse número superou a expectativa e reafirma a posição de que cada vez mais o Enem se insere no cotidiano da educação brasileira. A resposta foi mais significativa, evidenciando que o instrumento [exame] está se fortalecendo cada vez mais", disse Malvina.

O Enem teve mais de 6,2 milhões de inscrições, segundo informações do MEC. O exame anterior teve 4,6 milhões de inscritos.

Provas
As provas, em 22 e 23 de outubro, serão realizadas em 12 mil locais, 140 mil salas de aula, ocorrendo em 1.599 municípios e mais de 6 mil escolas estão no processo. O Inep já marcou outro Enem para o primeiro semestre do ano que vem, nos dias 28 e 29 de abril de 2012.

O candidato deverá guardar o número da inscrição e a senha. Elas são indispensáveis para todo o processo do Enem, como realização da prova, obtenção dos resultados e participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona os melhores classificados no Enem para vagas em universidades públicas cadastradas. Também serão usados nos programas de bolsa de estudos (ProUni) e de financiamento estudantil (Fies), entre outros programas do Ministério da Educação.

Provas
O exame tem quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma redação. As provas vão tratar de quatro áreas de conhecimento do ensino médio:
- ciências humanas e suas tecnologias: história, geografia, filosofia e sociologia;
- ciências da natureza e suas tecnologias: química, física e biologia;
- Linguagens, códigos e suas tecnologias e redação: língua portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol), artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação;
- Matemática e suas tecnologias: matemática.

Para a realização das provas o candidato deverá usar somente caneta com tinta esferográfica preta.

As provas começam às 13h. Em 22 de outubro, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias. No dia 23, serão realizadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias. As provas terão cinco horas e meia de duração. O candidato só pode entregar o gabarito e deixar a sala após duas horas de prova.

O Inep recomenda que os candidatos cheguem ao local de prova ao meio-dia (horário de Brasília). É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto para a realização das provas. Quem não tiver o documento deverá apresentar Boletim de Ocorrência emitido no máximo 90 dias antes da data da prova e se submeter a uma identificação especial e preenchimento de formulário próprio.

 

Andréia Sadi Do G1, em Brasília

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário