08/07/2015 - Deputado prevê novas "doações" da Assembleia ao Governo

O primeiro-secretário da Assembleia, deputado Ondanir Bortolini, o Nininho (PR), afirmou que a Assembleia Legislativa deverá realizar, ainda neste ano, novos repasses ao Executivo, por meio do duodécimo da Casa (repasse mensal constitucional).

Na segunda-feira (6), durante cerimônia no Palácio Paiaguás, o governador Pedro Taques (PDT) afirmou que o Legislativo irá abrir mão de mais R$ 30 milhões de seu orçamento. 

Em março passado, o Parlamento já havia repassado ao Executivo um total de R$ 20 milhões. 

“Já fizemos a primeira devolução, que foi de R$ 20 milhões. Agora já estamos com fluxo de caixa e vamos fazer esse novo repasse, de imediato. Com certeza, daqui para o final do ano, faremos um novo pacto para fazer uma nova discussão”, afirmou Nininho. 

“Sem dúvida, essa será uma prática constante a partir de agora. Até porque, se estamos tendo sobras de recursos hoje, a tendência é que continue sobrando nos próximos anos. A tendência é que o duodécimo seja mantido, então não tem porque haver um crescimento nos gastos. Se não há necessidade de usá-lo no Parlamento, o valor será repassado para obras e ações do Governo”, disse. 

Segundo o deputado, os R$ 50 milhões cedidos pela Assembleia ao Executivo são frutos de economias geradas com a reforma administrativa da Casa e do corte de gastos que, desde fevereiro, vem sendo implantado. 

“Esses valores são resultados de economias feitas pela Mesa Diretora. Estamos implantando um novo modelo de gestão na Assembleia, fazendo uma gestão diferente, cortando gastos, procurando reconquistar a credibilidade do Legislativo”, disse. 

“Nada mais justo que o dinheiro público seja retornado em forma de benéficos à população. Esse é o nosso objetivo, queremos fazer com que sociedade entenda que a gestão da Assembleia mudou e que está sendo feita com transparência”, disse. 

Aplicação de recursos 

O repasse inicial de R$ 20 milhões feito pela Assembleia ao Executivo será investido na compra de 150 ambulâncias para os municípios mato-grossenses, e mais quatro que serão destinadas às Santa Casas e Hospitais de Câncer de Cuiabá e Rondonópolis.

De acordo com o governador Pedro Taques, ainda será discutida a aplicação dos R$ 30 milhões que serão repassados no mês de agosto. 

“Agora nós estamos definindo onde serão utilizados esses recursos. Alguns deputados defendem que o recurso vá para a pavimentação urbana, por exemplo, que seria talvez um grande programa de pavimentação, mas estamos analisando isso", afirmou Taques. 

"Os valores poderão também, serem utilizados na saúde, na segurança, enfim, isso será debatido com os deputados”, finalizou.

 

 

Camila Ribeiro 

Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário