08/07/2015 - Presidente da AMM assume PSD de Riva e deve levar partido para base do governo

Um dos principais partidos de oposição ao governador Pedro Taques (PDT) iniciará um diálogo com objetivo de aproximar a sigla da gestão estadual: o PSD. O prefeito Neurilan Fraga, de Nortelândia, assumiu a presidência regional do Partido Social Democrata e adotou para si a missão de ser um elo entre os prefeitos da agremiação e a administração estadual.

Neurilan Fraga afirma já ter solicitado ao líder do partido na Assembleia Legislativa, deputado Gilmar Fabris, para marcar uma reunião com os outros três parlamentares da sigla – Janaína Riva, Pedro Satélite e José Domingos Fraga - na manhã de quarta-feira (08), com intuito de definir uma linha de atuação unificada.

“Não vou levar o partido ao suicídio. Não vou fazer oposição por oposição. Estou aqui para isso, abrir diálogo com o governo. Preciso pensar na situação dos nossos prefeitos. Mas não vamos nos submeter. Acho que nem o governador quer um partido submisso”, disse Nerurilan, para reportagem do Olhar Direto, que também é presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM).

Criado em Mato Grosso sob a batuta do ex-deputado José Riva, desafeto político do governador pedetista, e presidido até semana passada por Chico Daltro, ex-vice-governador da gestão combatida por Taques na eleição de 2014, o PSD possui na Assembleia Legislativa uma das principais vozes de oposição, a deputada estadual Janaína Riva.

Ao mesmo tempo, o partido é com maior número de prefeitos no Estado, com 39 ao todo, tendo, portanto, a necessidade de um bom diálogo com o Poder Executivo para atrair investimento estadual na forma de programas e obras. E, apesar da aproximação prevista entre a sigla e a gestão estadual, alguns prefeitos devem deixar a agremiação.

“Isso é normal. Prefeitos podem trocar de partido quando quiserem. Alguns devem sair devido a acomodações locais, outros devido a acomodações em nível estadual mesmo. Eu vou conversar com eles. Depois disso, eu entendo quem quiser sair”, ponderou o novo presidente da sigla.

A maior parte dos deputados também podem deixar o partido. O único parlamentar a garantir sua permanência é José Domingos Fraga Filho, vice-líder e irmão de Neurilan. Ele possui planos de ingressar no Tribunal de Contas do Estado. Nos bastidores, também é ventilada a possibilidade dele novamente ser candidato a prefeito de Sorriso, cidade que administrou por três vezes.

Janaína Riva recebeu convite do PMDB, para onde Gilmar Fabris também seguiria. Herdeira do espólio político de José Riva – que atualmente é réu em mais dois processos, alvo de investigações do Grupo de Atuação Contra o Crime Organizado (Gaeco) e passou quatro meses preso preventivamente -, ela pode arrastar consigo alguns prefeitos.

Pedro Satélite já avisou que tem planos para mudar de partido. Ele já teria recebido de cinco siglas diferentes. Contudo, todas essas mudanças dependeriam da abertura de uma janela, prevista na Reforma Política, que ainda precisa ser votada no Senado Federal. 

 

 

Midia News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário