08/07/2015 - Taques estuda implantação escolas de Ciência, Tecnologia e Inovação no Norte Araguaia

08/07/2015 - Taques estuda implantação escolas de Ciência, Tecnologia e Inovação no Norte Araguaia

Durante visita nesta segunda-feira (06.07), a direção e servidores da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) o governador Pedro Taques, pediu um estudo de viabilidade novas unidades nas regiões Noroeste (Aripuanã, Castanheira, Juruena) e Norte Araguaia (Confresa, Vila Rica, Porto Alegre do Norte)

 

Taques sinalizou de forma positiva para a expansão das escolas técnicas, concurso público, investimento no estúdio da secretaria para cursos à distância, revisão da doação de prédio de três unidades no interior, repasses para custeio das oito escolas técnicas, dentre outros pontos.  

 

Foram apresentados ao governador os gargalos da pasta, como a necessidade de expandir a quantidade de cursos técnicos no Estado. Taques– novas áreas de expansão do Estado. Outras oito escolas técnicas que estavam com as obras paradas têm até um ano para serem concluídas.

 

O governador destacou que apenas critérios técnicos vão nortear a escolha dos locais onde serão instalados os novos campi da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e escolas técnicas. O chefe do executivo pediu que a Seciteci e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat) discutam junto à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) o perfil econômico das regiões para que a mão de obra seja capacitada dentro da necessidade do mercado de trabalho.

 

A titular da Seciteci, Luzia Trovo, explicou ao governador que a Secitec, juntamente com a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), já realizam diagnóstico sobre os cursos ofertados pela pasta e avaliam se os mesmos estão de acordo com a realidade do desenvolvimento regional das cidades de Tangará da Serra, Diamantino, Alta Floresta, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Lucas do Rio Verde e Poxoréo.

 

Durante a visita, Taques assegurou o repasse de R$ 1 milhão para o estúdio do Núcleo de Educação à Distância da Seciteci. Contudo, o local deve atender a formação de professores – via Centros de Formação e Atualização de Professores (Cefapros) – e os servidores públicos por meio das escolas de Governo e de Saúde.

 

“Quero parabenizar a professora Luzia Trovo e a equipe de servidores pelo trabalho sério que resultará em frutos para Mato Grosso. Temos que pensar não somente no parque tecnológico, mas em uma rede tecnológica conectando o ensino técnico e também o ensino a distância. A Seciteci tem um estúdio que precisa ser bem utilizado. Não se fala em desenvolvimento sem conhecimento, tecnologia e inovação”, frisou o governador.

 

Por fim, a direção da Seciteci solicitou o aumento da dotação orçamentária da pasta para expansão da educação profissional e custeio das políticas de ciência, tecnologia e inovação. “Saímos aliviados dessa reunião porque nossos planos tiveram aval do governador e vamos fazer a ciência e tecnologia conectada ao desenvolvimento do Estado. Temos uma ação que é a reedição do Plano Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, em que 75 entidades públicas e privadas vão trabalhar na perspectiva de levantar indicadores e nas diretrizes desse plano”, completou Luzia Trovo. 

 

 

Fonte: AMZ Noticias com Débora Siqueira

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário